24/08/17 Obesidade pet

Saiba quais são os vilões que levam os animais ao excesso de peso

Todo pet adora receber petiscos e são poucos os donos que conseguem resistir às carinhas fofas que eles fazem e negar as guloseimas para os bichinhos. O problema é que esta alimentação fora de hora, se acontecer com frequência, pode levar à obesidade.
Outros “vilões” desta doença, que os tutores muitas vezes não sabem, é a castração e a predisposição genética. Animais castrados apresentam o dobro da probabilidade de se tornarem obesos e o distúrbio é mais frequente entre as fêmeas. Além disso, cães de algumas raças, como Labrador, Golden Retriever, Collie, Cocker Spaniel, Beagle e Dachshund, têm predisposição a engordar.
Em um curto período de tempo, as complicações de saúde já começam a ser percebidas. As mais comuns se manifestam nos ossos e no coração, sendo que uma das regiões mais afetadas é a coluna vertebral, que fica sobrecarregada com o excesso de peso. Problemas nas articulações também são comuns e, se a obesidade ocorrer em filhotes, principalmente nos de raças grandes, pode causar displasia coxofemoral e hérnias. Os pets com esta condição também têm mais dificuldade para andar, tornam-se mais sonolentos, perdem o fôlego facilmente e podem desenvolver diabetes.
Dessa forma, o primeiro passo para o tratamento é a compra de produtos light. “O alimento tradicional, em casos de animais com sobrepeso ou fortes tendências à obesidade, poderá ser substituído por uma opção com mais fibras, menos gorduras e substâncias funcionais, como a L-carnitina”, recomenda o médico veterinário Marcello Machado.
É importante, no entanto, entender que a alimentação correta começa desde cedo, ainda mais se o bichinho for castrado: “O filhote come muito mais do que precisa, assim, acaba produzindo mais células adiposas e isso é um facilitador da obesidade na fase adulta”, alerta o especialista.


Assine nossa Newsletter























Muito orgulho participar de mais uma edição da Absoluta, com Betty Abrahão, Isabelle Sabbatini e um grande time de jornalistas e colunistas. Revista cada vez melhor!
José Pedro Martins, jornalista

Gostaria de ter escrito o que Anna (Anna Maria Badaró) escreveu e ainda, que sou fã ardorosa dessas duas mulheres especiais, Betty e Isabelle. Profissionais admiráveis, “GENTE" como poucos o são ... 
Shirley Garcia 

Nome


E-MAIL
Mensagem