25/04/18 Concerto especial

Apresentação homenageia os 75 anos da 11ª Brigada de Infantaria Leve

A Orquestra Sinfônica de Campinas e a Banda Sinfônica do Exército interpretam um concerto especial em homenagem aos 75 anos de existência da 11ª Brigada de Infantaria Leve - GLO na próxima sexta-feira, dia 27 de abril, às 20h, no Teatro Castro Mendes. A entrada é gratuita.
A apresentação terá a regência do tenente José Roberto Fabiano e do maestro Luís Gustavo Petri, e o repertório reúne obras de Beethoven, Carlos Gomes, Ferrer Ferran, entre eles, além da famosa "Abertura 1812", de Tchaikovsky.

Os regentes
Natural de Perdões, Minas Gerais, o tenente José Roberto Fabiano ingressou no Exército Brasileiro em 1985. Dentre as congratulações recebidas, destacam-se a medalha militar de ouro, medalha corpo de tropa ouro e medalha sargento Max Wolff Filho. Recebeu da Academia Brasileira de Arte, Cultura e História a Medalha do Mérito Artístico e Cultural. Foi maestro da Orquestra Jazz Sinfônica de Barueri, Mestre de Música na Banda do 15° BIL em João Pessoa-PB e assistente do maestro Benito Juarez na Banda Sinfônica do Exército.

Luís Gustavo Petri é regente titular da Sinfônica de Santos desde 1994. É convidado frequente das mais importantes orquestras brasileiras. Em 2017, dirigiu o sucesso RISCO - Corpo Cidade com o Balé da Cidade de São Paulo. Foi assessor musical da direção artística do Theatro Municipal de São Paulo de 2011 a 2014. Juntamente com Cleber Papa criou o Ópera Curta. Esteve à frente de orquestras na República Dominicana e em Portugal. Foi o vencedor do Prêmio Bibi Ferreira, na categoria de Melhor Direção Musical pelo espetáculo My Fair Lady (2016).

Autores e obras
Considerações do pesquisador Leonardo Augusto Cardoso de Oliveira.

James Barnes
Abertura Sinfônica
A composição foi encomendado pela Banda da Força Aérea dos Estados Unidos para comemorar seu 50º aniversário. A fanfarra inicial demonstra o caráter marcial da obra, mas logo após apresenta o cunho festivo da ocasião a qual a obra homenageia.

Ferrer Ferran
Tempestade no Deserto – Sinfonia nº 1
A Invasão do Kuwait – 1º Mov.
A Guerra do Golfo Pérsico começou com a invasão do Kuwait pelas tropas do Iraque em 2 de agosto de 1990 e o Conselho de Segurança da ONU autorizou o uso da força para que o Iraque se retirasse do Kuwait. Os aliados acionaram a Operação Tempestade no Deserto para libertar o país.

Tenente Gabriel Ribeiro do Amaral
A Batalha do Tuiuti
Com a missão de organizar a Festa da Infantaria em maio de 1977, o maestro Tenente Gabriel compôs uma música à Infantaria: nascia a Minissinfonia inspirada na grande Batalha do Tuiuti. O tema predominante do início da composição segue presente até o final fazendo referência soldados.

Cleber Polido
Duque de Ferro
O dobrado foi inspirado nos principais feitos de Duque de Caxias, Patrono do Exército Brasileiro. Escutamos representações do Tenente Coronel que combateu a revolta da Balaiada. Na Guerra do Paraguai, o treinamento e a reorganização das tropas sob o Comando de Caxias e a Bandeira do Império Brasileiro quando o Exército Brasileiro ao chegar a Assunção no Paraguai. O desfecho dessa obra se dá com uma breve menção ao hino a Caxias.

Maestro Eduardo Pereira

Dmitri Shostakovich
Abertura Festiva, Op. 96
Shostakovich foi um compositor versátil. A Abertura Festiva foi um reflexo desse reconhecimento, pois foi uma encomenda feita pela URSS para a comemoração dos 37 anos da Revolução Russa que deu fim ao regime czarista. Essa é uma das obras mais conhecidas do compositor.

Ludwig van Beethoven
A Vitória de Wellington, Op.91
Durante um longo período enquanto durante a vida de Beethoven, o oeste europeu esteve em constantes batalhas territoriais. Nesse contexto, destacamos a figura do Duque de Wellington, que além de Ministro de Estado, foi um soldado que esteve à frente do exército inglês e venceu as tropas francesas em um levante na Espanha.

Carlos Gomes
O Escravo - Alvorada
Essa obra nos remete a uma linda imagem do nascer do dia. Escutamos o prenúncio de um dia em que a natureza está presente, com seus cantos de pássaros em uma bela paisagem bucólica. Ao mesmo tempo, notamos as incertezas que o dia nos traz e expectativas de como os conflitos entre os índios serão solucionados.

Piotr Ilitch Tchaikovsky
Abertura 1812, Op.49, TH 49
Em comemoração à vitória russa contra as tropas napoleônicas, Tchaikovsky compôs a Abertura 1812. No início da peça, escutamos O Lord, Save Thy People, hino da igreja ortodoxa russa e em seguida o hino francês La Marseillaise, simbolizando a batalha.

Serviço
Concerto Orquestra Sinfônica de Campinas e Banda Sinfônica do Exército
Regentes: Luís Gustavo Petri e tenente José Roberto Fabiano
Dia 27 de abril, sexta, 20h
Onde: Teatro Castro Mendes (Praça Correia de Lemos, s/nº – Vila Industrial – Campinas)
Telefone: (19) 3272-9359
Entrada gratuita - distribuição de ingressos uma hora antes do início da apresentação

 


Assine nossa Newsletter



























Tenho o privilégio de haver acompanhado a trajetória da Absoluta, desde o seu embrião. Nesta caminhada, sempre houve muita determinação, luta para o cumprimento das metas estabelecidas e o desejo sempre constante de fazer o melhor e de surpreender. Neste momento especial, gostaria de evidenciar duas guerreiras incondicionais, assessoradas por uma equipe enxuta e competente. A primeira, a presidente Betty que nunca desistiu de enfrentar todas as barreiras para que a Absoluta atingisse o patamar a que chegou. A outra, Isabelle, companheira incansável e de sempre, com o seu linguajar de primeira linha, leve, envolvente e sincero. Revista Absoluta, formatação ideal, excelente conteúdo, matérias diversificadas, primando pelo bom gosto e qualidade gráfica. Nesta caminhada, inúmeras conquistas que sucessivamente vão se agigantando. Parabéns pelo sucesso! 
Maria Angélica Pyles

É com muita admiração e orgulho que expresso a minha sincera opinião pelo trabalho de GIGANTE que a REVISTA desempenha através de suas pautas, buscando sempre nos informar e, sobretudo, ENSINAR abordando assuntos nas mais variadas áreas, políticas, sociais, médicas e empresariais buscando sempre a VERDADE e a autenticidade com muita elegância e firmeza.
Posso imaginar o grande empenho na busca pelas informações em tantas áreas diversas, e isso EM TODOS ESSES ANOS, ATÉ O NÚMERO 100.
REALMENTE só uma equipe fabulosa como essa da REVISTA ABSOLUTA com sua presidente, a querida BETTY ABRAHÃO, amiga de tantos anos, superando com muita GRANDEZA momentos difíceis e nos dando tantos ensinamentos com sua inteligência, sabedoria e bondade. Uma ABSOLUTA COMPLETA e VERDADEIRA, e me sinto honrada por ter o privilégio de expressar a minha admiração pelo trabalho e sucesso da revista. ESPERO que esse número 100 possa se multiplicar muitas e muitas vezes. Infinitamente!
Renata Strazzacappa Barone