31/01/18 Auto-abandono

Desleixo possui causas bem mais complexas do que se imagina

A busca pela validação de nossas qualidades pela aprovação de outros, seja ela no relacionamento, no qual apenas uma das partes se doa, ou no trabalho, em que não nos sentimos devidamente reconhecidos, onde, ao final do dia nos sentimos cansados, perdidos, esgotados e lesados pela vida, são apenas alguns dos comportamentos negativos de milhares de pessoas que se sentem derrotadas diante das suas próprias expectativas, o que acaba desencadeando a falta de cuidado consigo mesmo, conhecida por desleixo.
Este comportamento é apenas uma pequena amostragem dos maus tratos que provocamos em nós quando nos rejeitamos, pois nossos pensamentos estão repletos de definições do que não somos e da falta de percepção do que somos. Simplesmente nos abandonamos e nem notamos. Como consequência, nos condenamos a ter como companheira diária a insatisfação com o próprio corpo, com o meio social ao qual fazemos parte e a com a carreira, submetendo todo nosso potencial a um mero fazedor de tarefas para os outros.
Cláudia Deris, coach de carreira e liderança explica que não ter projetos de vida e não desenvolver metas é, literalmente, desperdiçar todas as energias e habilidades em ações que não nos darão retorno algum. "Olhar para si e se priorizar em nada tem a ver com egoísmo, ou narcisismo. Olhar para si é exercitar o amor próprio e pedir licença para o respeito alheio. Respeito este que só ocorre quando nos respeitamos primeiro. Volte para sua casa, faça uma faxina emocional, delete o que em nada te agrega, defina suas prioridades e tenha coragem para apropriar-se de suas preferências e de seus sonhos. Explore, conheça, assuma e admire a singularidade de ser quem é", orienta.


Assine nossa Newsletter


























Que a Revista Absoluta continue semeando o bem como tem feito até aqui na sua centésima edição. Quanto bem e quantas informações úteis esta revista tem proporcionado aos queridos leitores. Revistas como esta são sempre bem acolhidas pela população em geral, pelas informações que são prestadas à comunidade. Peço a Deus, o Ser Absoluto, que faça a revista Absoluta prosseguir um longo caminho, atingindo centenas de vezes o seu número cem.
Monsenhor Fernando de Godoy Moreira

 

Registro com satisfação a possibilidade de poder me manifestar publicamente em prol de um trabalho que tem, ao longo de duas décadas, sido reconhecido e referendado por pessoas que, a exemplo da amiga Betty Abrão, faz a diferença em nossa Cidade. Em momento que vivemos crise de todos os lados muito me anima assistir e poder aplaudir aqueles que sempre estão criando e inovando em seu meio de trabalho. A Revista Absoluta é expressão muito além de um meio de comunicação- afinal, agrega pessoas, leva a melhor informação, desperta reflexão sobre temas importantes, critica e não perde a elegância e, acima de tudo, mantem o respeito e credibilidade de seus leitores. Parabéns a toda equipe que integra a Revista Absoluta!
Ligia Cristina de Araujo Bisogni, desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo

 

Mensagem