31/01/18 Auto-abandono

Desleixo possui causas bem mais complexas do que se imagina

A busca pela validação de nossas qualidades pela aprovação de outros, seja ela no relacionamento, no qual apenas uma das partes se doa, ou no trabalho, em que não nos sentimos devidamente reconhecidos, onde, ao final do dia nos sentimos cansados, perdidos, esgotados e lesados pela vida, são apenas alguns dos comportamentos negativos de milhares de pessoas que se sentem derrotadas diante das suas próprias expectativas, o que acaba desencadeando a falta de cuidado consigo mesmo, conhecida por desleixo.
Este comportamento é apenas uma pequena amostragem dos maus tratos que provocamos em nós quando nos rejeitamos, pois nossos pensamentos estão repletos de definições do que não somos e da falta de percepção do que somos. Simplesmente nos abandonamos e nem notamos. Como consequência, nos condenamos a ter como companheira diária a insatisfação com o próprio corpo, com o meio social ao qual fazemos parte e a com a carreira, submetendo todo nosso potencial a um mero fazedor de tarefas para os outros.
Cláudia Deris, coach de carreira e liderança explica que não ter projetos de vida e não desenvolver metas é, literalmente, desperdiçar todas as energias e habilidades em ações que não nos darão retorno algum. "Olhar para si e se priorizar em nada tem a ver com egoísmo, ou narcisismo. Olhar para si é exercitar o amor próprio e pedir licença para o respeito alheio. Respeito este que só ocorre quando nos respeitamos primeiro. Volte para sua casa, faça uma faxina emocional, delete o que em nada te agrega, defina suas prioridades e tenha coragem para apropriar-se de suas preferências e de seus sonhos. Explore, conheça, assuma e admire a singularidade de ser quem é", orienta.


Assine nossa Newsletter



























A história da Absoluta é cheia de desafios e desbravamentos incessantes! Venho acompanhando esta caminhada vitoriosa desde a sua fundação.
O sucesso alcançado, não foi chegando por acaso. Foi fruto de muita persistência, trabalho árduo, empreendedorismo, união de propósitos, metas bem definidas mas,sobretudo, tendo como base o calor do entusiasmo e um idealismo indestrutível. Uma revista sempre aberta e receptiva a novas ideias, reflexões e conhecimentos. Tenho arquivado no meu escritório, um exemplar de cada edição pois o conteúdo
dos artigos permanece sempre atual.
Tenho especial admiração pela equipe de trabalho e grupo de colaboradores que, apesar de muito enxuta, sempre conseguiu manter um nível de alta competência.
E, neste momento especial de aniversário, parabenizo com o coração, a Presidente e Fundadora Betty e sua companheira inseparável, Isabelle, diretora de redação.
Ambas formam uma liga de muito amor e competência!
Enfim, estamos todo em uníssono, celebrando uma história de grande envergadura que completa 18 anos com a satisfação do dever cumprido.
Maria Angélica Barreto Pyles

 

É com muita alegria e orgulho que parabenizamos a Absoluta pela 100ª edição. Vocês têm acompanhado e registrado os acontecimentos mais importantes da nossa família. Somos gratas por perpetuarem esses momentos tão especiais, verdadeiros marcos em nossas vidas. A cada ano, a revista está mais bonita, criativa e interessante. Os assuntos abordados são bem diversificados e atendem vários interesses. Admiramos a competência, sensibilidade e profissionalismo com que o trabalho é conduzido, sempre com ênfase na responsabilidade social. Nossos aplausos para toda a equipe da Absoluta e votos de que a revista seja cada vez mais conhecida e prestigiada. Com carinho,
Sonia e Luciana Dimarzio