02/07/19 Flagship brasileira

Baccarat apresenta sua nova loja na capital paulista

Com mais de 250 anos de história, a Baccarat, icônica marca de cristais francesa, apresenta sua nova flagship no Brasil. Localizada nos Jardins, precisamente na Alameda Gabriel Monteiro da Silva, um dos principais polos de decoração de luxo da cidade de São Paulo, a Baccarat do Brasil traz a estética clássica de Paris, com um toque contemporâneo do primeiro hotel da marca em Nova Iorque.
O empreendimento em Manhatan, que tem 50 andares, 60 residências e 114 quartos é assinado pelo escritório de arquitetura Skidmore, Owings e Merril. A partir deste conceito, festejado no mundo inteiro, surgiu a inspiração para a versão brasileira da Maison, a primeira das Américas a apresentar o novo look. Logo na fachada, duas bandeiras hasteadas simbolizam o savoir faire francês em solo brasileiro.
Nas paredes, as elegantes molduras em boiserie são inspiradas nos valores da aristocracia francesa dos séculos XVII e XVIII. O tom branco traz mais luminosidade e evidencia os lustres e candelabros Baccarat.
O piso parquet em madeira em forma de espinha de peixe evidencia a elegância do espaço e os detalhes em preto e branco dão suntuosidade a loja.
A flagship está localizada na Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 1.046. 


Assine nossa Newsletter

























Parabéns à equipe da revista Absoluta por promover a reflexão, a crítica e o debate através da difusão de informações, fatos e eventos que transformaram nossa História nos últimos 18 anos. Afinal uma nação é fruto do legado de suas lembranças que guiam a construção do que está por vir.
Leôncio Queiroz Neto, médico oftalmologista e presidente do Instituto Penido Burnier

Na matéria da revista Absoluta, em que Isabelle Sabbatini escreveu o texto sobre Egas Francisco, tive uma certeza: ela compreendeu um gênio !!!!!!
As suas palavras descrevem Egas como alguém "que inspira mansidão, acolhimento, ousadia e loucura". Esta é a síntese da genialidade de quem suplanta todas as expectativas de ser apenas um igual e abraça com ousadia e coragem as suas próprias contradições para construir um novo caminho. Pessoas que extrapolam os conceitos vulgares de simplesmente existir e, assim, atingem a genialidade. Pessoas que tornam menos sombria a condição humana, porque elas tem a criatividade e a força de espírito maior do que a maioria das pessoas integradas no contexto do existir comum.
Parabéns, Isabelle !!! Amei a matéria !!!! Bjs
Anna Maria Badaró, artista plástica