24/02/18 Abismo - Quando o fim se torna recomeço

Livro traça jornada de superação e otimismo do autor

"Quando se olha muito tempo para o abismo, o abismo olha para você" – A conhecida frase atribuída ao filósofo alemão Friedrich Nietzsche poderia, certamente, constar no prefácio da obra autobiográfica do autor Léo Alves – mas jamais resumi-la. O livro "Abismo - Quando o fim se torna recomeço", desnuda, de forma corajosa todos os "fantasmas" conhecidos durante sua infância e parte da vida adulta, primeiro com a ausência da figura paterna e, mais adiante, o trágico acidente de carro que custou a vida de seu irmão, além da convivência com os escândalos envolvendo a empresa para a qual teve uma forte identificação e se dedicou por oito anos, a Odebrecht, onde atuou na área de Recursos Humanos.
De forma bastante sensível, e com uma narrativa bastante clara, utiliza-se de diversos registros históricos, fotografias e depoimentos de amigos, familiares e profissionais para apresentar a dolorosa caminhada e transformação do escritor, com desafios, angústias, frustrações e episódios severos de depressão antes de sua potencial e contínua descoberta pela felicidade e realização pessoal e profissional.
Como pai de dois filhos, entre os aprendizados contidos na obra, diante dos vácuos familiares oriundos por suas perdas, estão a consciência e o exercício da paternidade plena como forma de preencher lacunas e vislumbrar novas e enriquecedoras oportunidades.
"O ato de escrever esta obra teve como objetivo, além de externalizar toda a vivência com os fatos decorridos, compartilhar a visão de que mesmo diante de tragédias dolorosas vividas por tantas famílias, é possível perseverar, aprender com os erros e buscar um novo olhar que nos permita alcançar uma intensidade de vida com foco naquilo que está sob o nosso alcance e responsabilidade", conta Léo Alves.
O livro foi criado a partir de uma ação de financiamento coletivo. Reuniu a participação de cerca de 90 apoiadores de várias regiões do país e pode ser adquirido nas principais livrarias do país.

 


Assine nossa Newsletter



























Não tem como não desejar mais sucesso para uma revista que chega à edição número 100! Com certeza não é para qualquer uma!
Gosto muito da Absoluta pelos profissionais que a fazem de coração para o público de Campinas e região! Alias, é a única que tem gabarito e consegue fazer matérias positivas, históricas e interessantes de nossa cidade! A Betty viveu tudo isso e é sempre muito bacana quando compartilha conosco! Parabéns, Absoluta! Serei sempre um leitor cativo e parceiro!
Eduardo Porto, diretor de marketing da Rede Vitória Hotéis

Bom dia a todos! É uma grande satisfação receber a edição da Absoluta! Obrigada e um grande abraço. 
Lucia Kuhl

Mensagem