10/04/19 Retail Conference 2019

Evento da ACIC debate o futuro do varejo

Com o tema "O Novo DNA do Varejo - Físico, Digital e Humano", o Retail Conference, evento de varejo da ACIC - Associação Comercial e Industrial de Campinas, acontece no próximo dia 25 de abril, das 8h às 18h, na Expo D. Pedro, em Campinas. Serão mais de 15 palestrantes, oito horas de conteúdos, e um público estimado em mais de 2.500 pessoas. O objetivo da conferência é apoiar e impulsionar o segmento, por meio da apresentação de tendências e soluções factíveis para o varejista de pequeno, médio e grande porte. O Retail Conference é um reposicionamento do Fórum Regional do Varejo, realizado por seis anos consecutivos pela ACIC, e que passa a ter abrangência nacional.
"O Retail Conference une os principais temas abordados na NRF - Retail`s Big Show, maior evento de varejo do mundo, ocorrido em janeiro, em Nova York, a conteúdos pragmáticos, apresentados em forma de palestras e debates. “Nossa missão é preparar o empresário para enfrentar os desafios decorrentes deste momento de transformações. O comportamento do consumidor, os paradoxos de tecnologias e pessoas, de físico e de digital, e o cenário econômico no Brasil, o qual sinaliza uma retomada, estão na pauta do evento, considerado um dos mais expressivos voltados ao segmento varejista do Estado de São Paulo”, afirma a presidente da ACIC, Adriana Flosi.
A gerente de marketing e eventos da entidade, Camila Oliveira, reitera o propósito da conferência e complementa: “Nossa expectativa é receber 25% a mais de público em relação à edição passada. Esse contingente é formado por pessoas de todo o Estado de São Paulo e até de outros estados, o que representa uma oportunidade para a prospecção e à geração de negócios. Por isso, incluímos à programação ações de interação, como uma grande rodada de negócios, que ocorrerá em um ambiente reservado”.

Programação

O cenário econômico e a reinvenção da loja física
O panorama atual da economia no Brasil e o impulsionamento do crédito, a partir do novo Cadastro Positivo, sancionado em 8 de março pelo presidente Jair Bolsonaro, serão os temas apresentados por Nicola Tingas, economista-chefe da Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (ACREFI), primeiro palestrante do dia. As novas regras tornam automática a inclusão de consumidores no Cadastro Positivo, o que possibilitará ao bom pagador no mercado brasileiro conseguir acesso mais fácil e vantagens no momento de comprar, como juros menores, ou na hora de pedir financiamento e empréstimos.
Na sequência, no painel sobre a reinvenção do varejo físico, apresentam-se os especialistas: Marcos Andrade, CEO da Expor Manequins, vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Equipamentos e Serviços do Varejo (ABIESV) e conselheiro da (Sociedade Brasileira do Varejo de Consumo (SBVC), e Júlio Takano, CEO e fundador da KT Retailing.
Em seguida, Andrade e Takano juntam-se a Claudia Abreu, diretora da Kipling Brasil, Luis Alt, fundador da Livework Brasil, Enio Garbin, líder da área de Soluções de Indústria para os mercados de Varejo e Bens de Consumo da IBM Brasil, e Beatriz Ramos, CEO da BrandLoyalty, para um debate, cujo foco é mostrar que a loja física não sumirá e sim se reerguerá ainda mais forte, amparada por novos processos e tecnologias.
Os temas deste primeiro painel englobam desde técnicas de Visual Merchandising como estratégia de marketing acessível especialmente para os pequenos e médios varejistas, uso da Inteligência Artificial e do Big Data, arquitetura de negócios como recurso para reposicionamento estratégico dos negócios de varejo, ações de fidelização de curto prazo como ferramenta para o aumento de fluxo e engajamento, e também estratégias, tais como o Omnichannel, a fim de transformar o ponto de venda em um grande espaço de experimentação para o consumidor.
O diretor da Beauty Fair, Cesar Tsukuda, encerra o primeiro painel do Retail Conference. Ele apresenta palestra contendo tendências sobre o mercado de beleza, o qual manteve o crescimento mesmo durante a crise econômica no Brasil. Os gastos médios das famílias brasileiras com produtos do setor de beleza (higiene pessoal, perfumaria e cosméticos) são da ordem de 1,5% do seu orçamento, segundo um estudo do SEBRAE e da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC).
Especificamente o segmento de cosméticos movimentou cerca de R$ 56,4 bilhões em 2018, e a perspectiva para 2019 é de uma expansão de 5,0%, podendo movimentar cerca de R$ 59,2 bilhões. Em Campinas e Região este mercado apresentou em 2018 em torno de 608 estabelecimentos, uma expansão de 7,60% sobre 2017. Já a movimentação financeira ficou perto de R$ R$ 3,10 bilhões, conforme avaliação realizada pela ACIC.

A inovação e a tecnologia como aliadas
O primeiro painel da tarde será destinado às discussões acerca da inovação, da tecnologia e da importância do fator humano, neste momento em que surgem incertezas sobre se a tecnologia substituirá as pessoas além da apresentação de um case de sucesso.
O estudo RetailTech, elaborado pela OasisLab Innovation Space será o primeiro a ser apresentado. Voltado para o estado atual e o ecossistema de inovação do varejo, o estudo mapeia o cenário das startups de tecnologia de varejo e transforma tudo que há de informação, dado e tendência sobre o setor, no que se refere a oportunidades de negócios para diversos players. A pesquisa de produtos e serviços, por exemplo, começa cada vez mais no ambiente online, principalmente nos smartphones, e quando o consumidor chega no ponto de venda, muitas vezes ele sabe mais sobre um produto do que o próprio vendedor. Já as redes sociais exercem grande influência no comportamento de compra. As “retail tech” ganham espaço no mercado e desenvolvem soluções para ajudar os varejistas a resolver essas e outras questões.
Dados da Nuvem Shop mostram que as vendas por meio das redes sociais representaram 21% do total de transações em 2018. Oito em cada dez visitas e uma em cada quatro vendas foram geradas por meio destes canais, principalmente via Instagram e Facebook.
Fernando Luzio, CEO da Luzio Strategy Group, assume o microfone na sequência para falar sobre inovação no varejo: Como desenhar uma estratégia de singularidade e crescimento, criar um protótipo de modelos alternativos para reinventar os negócios atuais e criar novos e executar a estratégia por meio de um modelo de governança que ajude na solução dos problemas decorrentes do processo de mudança.
Em seguida, para debater sobre a inovação e a transformação digital foi convidado um time formado por especialistas em diferentes ferramentas, metodologias e insights: Raphael Lassance, cofundador da Growth Team, Eduardo Petrelli, cofundador da James Delivery, Saint Clair Izidoro, CEO da 3XBIT e Felipe Dellacqua, vice-presidente de Vendas da VTEX.
Já Fernando Belfort, economista e head do Waze Local - América Latina, explica em sua palestra como a tecnologia é aliada do varejo para solucionar questões relacionadas ao fluxo e à logística. A logística, na perspectiva da gestão da cadeia de suprimento (Supply Chain Management), representa uma das mais importantes dimensões estratégicas, pois recompensa certas qualidades de organização, em particular a adaptabilidade, a flexibilidade, a decisão e a rapidez. O objetivo de ter uma logística avançada é atingir às necessidades dos clientes com qualidade máxima e custos mínimos, e assim contribuir para aumentar o nível de competitividade de uma empresa de varejo.

A valorização do fator humano

Duas palestras compõem o painel voltado à importância do “humano’’. A primeira delas, apresentada pela consultoria LG - Lugar de Gente, destaca o fato de as pessoas criarem valor, diferencial e inovação para os negócios, bem como de que maneira a tecnologia conecta pessoas, facilita processos e ajuda as empresas no desafio de se manterem competitivas. A segunda, sobre o futuro do trabalho no varejo, da perspectiva do consumidor e do colaborador, reforçando a ideia de que pessoas se conectam a pessoas e que os avanços tecnológicos são aliados e não substituirão as pessoas, será proferida por Demetrio Teodorov, superintendente de Inovação na Alelo.
O empoderamento das equipes e a inclusão foram temas recorrentes na NRF 2019 e ambos reforçam a necessidade de os negócios de varejo entenderem que o colaborador é um importante ativo da empresa. Um estudo CXTrends aponta que 68% dos entrevistados no Brasil desqualificam o atendimento recebido nas empresas e acham que os profissionais não são tão capacitados como deveriam. Isso mostra que os empreendedores brasileiros não estão se atentando a um fator importante: a humanização
Para encerrar a programação do Retail Conference 2019, foi convidado o presidente do Conselho de Administração da Tramontina, Clovis Tramontina, para apresentar o case da empresa, presente na vida dos brasileiros há mais de um século e que, apesar da crise, abriu lojas, unidades-conceito, entrou para o e-commerce e admitiu mais de mil pessoas.

Serviço   
Retail Conference 2019
Dia 25 de abril, quinta-feira, das 8h às 18h
Expo D. Pedro. Av. Guilherme Campos, 500, Bloco II - (Anexo ao Parque D. Pedro Shopping). Campinas (SP)
R$ 399,00 (2º lote)
Inscrições: retailconference.com.br
WhatsApp da ACIC: +55 19.99607.7604

 


Assine nossa Newsletter

























Oi Betty, parabéns a vc e tbem a todos pela excelente edição de final de ano. Ótimo conteúdo, que faz toda toda diferença... 
Vera Buchner, Porao Boutique

Parabéns pela revista! Acabo de conhecer pela internet e gostei muito, belas imagens e textos interessantes. Sou escritora de literatura infanto juvenil e editora aqui na Áustria. Caso precisem de alguma informacao sobre Austria ou Alemanha, por favor me escrevam. Um cordial abraco
Tânia Maria