06/05/19 Dia das Mães

Dicas para deixar o almoço ainda mais especial

O Dia das Mães está chegando e que tal surpreender sua mãe e toda a família com detalhes? A chef Bianca Folla, vencedora do reality show "A Batalha do Food Truck no GNT", dá algumas dicas para deixar o almoço muito mais especial e bonito. 

Veja como preparar a casa para o Dia das Mães:

- Tradicionalmente, o Dia das Mães é comemorado com um delicioso almoço, reunindo gerações. Então, nada melhor do que caprichar no cardápio, escolhendo pratos que tenham algum significado para a família. Sabe aquela receita antiga da vovó? O Dia da Mães é perfeito pra ela.

- Além de pratos com grande carga afetiva, escolha um menu que agrade todos os convidados e que seja atraente também para as crianças. Não se esqueça dos aperitivos, das bebida preferidas de cada um e também das restrições alimentares, seja por saúde ou por estilo de vida. E claro, capriche nas sobremesas.

- Para decorar a casa e a mesa do almoço de Dia das Mães, nada melhor do que usar flores naturais. Elas são delicadas e elegantes, combinando muito bem com a ocasião. Distribua pequenos arranjos pela casa: na mesinha de canto da sala, no aparador e até mesmo sobre a pia dos banheiros.

- Na mesa do almoço, tome o cuidado em não usar flores muito perfumadas ou arranjos muito grandes que acabem atrapalhando a conversa entre os convidados.

- Se você tem horta em casa, coloque junto com as flores, galhos de ervas frescas como alecrim, manjericão, orégano. Fica bonito e traz um aroma suave para a mesa.

- Outra dica muito especial para enfeitar a casa é espalhar fotos da família pelos ambientes. Isso vai trazer boas lembranças e render conversas calorosas. Coloque em porta retratos em lugares estratégicos, para que todos possam ver.

- Quer surpreender ainda mais seus convidados? Então, que tal usar desenhos das crianças para também decorar a casa. Peça para os pequenos desenharem suas mães e também toda a família e exponha os trabalhos como em uma galeria de arte. Todos vão se derreter com isso.

- Na mesa do almoço, além das flores, use os melhores talheres, pratos e copos, etc. Escolha os mais sofisticados ou mesmo aqueles que você sabe que vão agradar mais. Aproveite também para usar aquelas peças antigas de família que foram herdadas e contam muitas histórias: a toalha de renda, o guardanapo de linho bordado, o prato florido.

Como você pode ver, para fazer algo bonito e único para as mães não é preciso complicar. Basta abusar da criatividade e aproveitar tudo que tiver por perto. Com essas dicas, muito amor e muito carinho, temos certeza que todos e, especialmente as mamães, vão adorar o almoço.

A origem do Dia das Mães
O Dia das Mães surgiu nos Estados Unidos, em homenagem à Ann Marie Reeves Jarvis, uma importante ativista. Um dos seus grandes feitos foi a fundação do Mothers Days Works Clubs, um grupo de cuidados e orientações destinado às mães que tinha como objetivo diminuir a mortalidade de crianças em famílias de trabalhadores.
Após a sua morte, sua filha Anna Jarvis, conseguiu, em 1908, que a sua igreja celebrasse um culto para homenagear não são só a sua mãe, mas todas as mães da comunidade. Esse acontecimento ficou famoso na época e acabou chamando muita atenção dos governantes. 
Já em 1914, o presidente Wodroow Wilson (1913-1921), orientado diretamente por Anna Jarvis, oficializou a proposta de que o Dias das Mães fosse comemorado todos os anos no segundo domingo de maio. 
Logo, a data se tornou internacional, chegando no Brasil em 1932. 
 


Assine nossa Newsletter
























Eu acompanho a Revista Absoluta desde o seu nascimento, sua infância e sua adolescência. Ao vê-la hoje, em plena mocidade, posso afirmar, sem medo, que ela sabe como construir a sua própria história. História de prestígio, credibilidade, entusiasmo e conquista de amizades. Absoluta cresceu. Crescer é superar obstáculos: sejam eles de alegrias e dores, derrotas e vitórias, lutas e sacrifícios, conflitos e incertezas. Absoluta anda por novos caminhos. Andar é... enfrentar o desconhecido, deixar marcas na sua passagem, se firmar com estilo e personalidade. Absoluta nasceu para ser mensageira: distribuir boas novas, dar boas dicas, documentar acontecimentos marcantes do nosso tempo, destacar os profissionais que se dedicam ao progresso das ciências e das relações humanas. A revista não abre mão da beleza interior de cada pessoa que ela focaliza. Acompanhei o seu trajeto e as suas mudanças pelas ruas e avenidas da nossa cidade. Visitei cada morada do seu destino e tomei o cafezinho gostoso com a sua equipe acolhedora, que cresceu unida, vestindo a camisa da sua marca, com a mais absoluta coragem e fidelidade. Vi revistas nascerem e acabarem enquanto a Absoluta caminhava heráldica, saltitando por entre as pedras do caminho. Recebi a honra de ser capa da "Absoluta gente" no lançamento das suas primeiras edições. Tive os meus textos, poemas e as minhas viagens registradas nas suas páginas. Sempre me senti valorizada por ela, enquanto pessoa, prestigiada enquanto artista, e sou grata pelo destaque que a revista Absoluta deu à minha trajetória existencial. Participei de enquetes da revista, ilustrações de textos, me vi entre amigos, tantas vezes, em fotos publicadas nas suas páginas sociais. Costumo chamar Betty Abrahão de Fênix... a ave da mitologia grega que, mesmo quando considerada morta, renasce das cinzas e alça vôo, pro alto, em busca das nuvens. Considero Isabelle o porto seguro desta obra que se eterniza na história de Campinas. Betty e Isabelle são "almas- irmãs" na vida e na parceria do seu trabalho. O sucesso da Revista Absoluta tem a sua origem na cumplicidade de um sonho que se desabrocha e se estende além dos limites da nossa cidade. Podemos comemorar as 100 edições em família, com a certeza de que fazemos parte desta história. Usarei as palavras de Rubem Alves [o escritor sempre destacado e valorizado por esta revista], para sintetizar a minha homenagem a toda a Equipe Absoluta: "O fato é que todos aqueles que ainda têm a ousadia de falar e escrever, acreditam, ainda que forma tênue, que o seu falar faz uma diferença... e desta crença depende o seu sono e o seu acordar..." Parabéns pela centésima edição!!!! Siga Absoluta!!!! Siga fazendo novos caminhos, ao andar...!!! Beijos
Anna Maria Badaró

 

Para conhecer a revista ‘Absoluta’, é preciso conhecer a Betty Abrahão. Conhecer Betty Abrahão, é conhecer Campinas nas suas artes, cultura, eventos, rodas sociais, história da cidade e daqueles que escreveram e escrevem essa história.
Betty Abrahão está sempre presente. Faz acontecer! Ela programa, propaga e promove a integração daqueles que daqui são e dos que de fora vieram. O DNA de Betty Abrahão vem marcado com o de seu tio Jamil Abrahão, mas como dizia um dos meus brilhantes professores da PUC em minha Faculdade de Direito: ‘a gente reconhece que o professor é bom, quando o aluno supera o mestre’. Certamente Jamil Abrahão sente-se feliz ao ver onde ela e a revista ‘Absoluta’ chegaram.
Além de se somar a isso, seu jeito faceiro, seu sorriso presente, a elegância irretocável e autenticidade que levam sua marca, por onde passa. Ah! E a revista?
Muito bonita, bem formatada, artigos interessantes, além de todas as entrevistas que desvendam, com curiosidades, um pouquinho da história daqueles que têm o privilégio de estar em suas páginas. Leitura leve, para qualquer ocasião. Não precisa ser ‘usada com moderação’.
Parabéns ‘Absoluta’, parabéns Betty Abrahão, parabéns Campinas e parabéns, com absoluta convicção, de que a ‘Absoluta’ é um presente. Com carinho.
Célia Leão, deputada estadual