Absoluta

18/10/19 Isenção de visto

Número de estrangeiros aumenta 25% nos meses de julho a agosto

A isenção de vistos a países estratégicos, vigente há quase quatro meses, tem se mostrado um importante acerto do Ministério do Turismo. Dados preliminares apontam que a entrada de turistas americanos, canadenses e australianos no Brasil cresceu 25% comparado com o mesmo período de 2018. Destaque para os Estados Unidos, maior emissor dentre os contemplados pela isenção, que apresentaram um aumento de 25,79% no número, saltando de 56.668 para 71.281 visitantes. O Japão foi o único país que teve baixa no índice (-16%).
Cumprindo agenda na China, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, comemorou os números e destacou que outros países podem entrar neste grupo estratégico. “Os dados mostram que estamos no caminho certo para transformar o setor no Brasil. Nosso intuito, com essa medida, é justamente esse, aumentar o fluxo destes visitantes que contribuem muito para nossa economia. Essa é uma abertura estratégica, que tem forte potencial de contribuir para a geração de divisas, emprego e renda por meio do turismo no nosso país”, celebrou.
Vigente desde 17 de junho de 2019, a facilitação de vistos é uma demanda histórica dos empresários do setor. No último ano, quando o Brasil adotou o visto eletrônico para facilitar a entrada de turistas dos mesmos quatro países, foi registrado um incremento de 15,73% na chegada de visitantes dessas nacionalidades. De acordo com o perfil de gastos e permanência desses viajantes, trata-se de um incremento de R$ 450 milhões na economia.
Dados divulgado em agosto já haviam mostrado os impactos positivos para a economia brasileira com a isenção de vistos. Em julho de 2019, US$ 598 milhões foram injetados na economia brasileira pelos turistas estrangeiros, contra US$ 417 milhões registrados no mesmo período do ano anterior, um aumento de 43,4%. Já em comparação com o mês de junho deste ano, o aumento foi ainda maior: 59,8%. Tirando o ano da Copa do Mundo no Brasil, em 2014, esse foi o maior crescimento dos últimos 16 anos.
De acordo com a Organização Mundial de Turismo, medidas de facilitação de viagens podem gerar um aumento de até 25% no fluxo de viajantes entre os países. Outro dado técnico que embasou a decisão do governo brasileiro em isentar países estratégicos da exigência de visto foi um levantamento realizado durante a Olímpiada 2016. Para 82,2% dos turistas estrangeiros dos quatro países beneficiados com a medida, a isenção de vistos facilita o retorno ao país.
 


Assine nossa Newsletter



























Uma publicação que dá gosto de folhear. Parabéns à equipe.
Daniel Gialluca, fotógrafo

Querida Betty, obrigada pela revista online, adorei ler as boas novidades de Campinas. Beijos de nós da Alemanha 
Lúcia Hinz, Atelier Hinz

Entre em contato agora mesmo!


Desejo receber as novidades