Absoluta

09/11/19 Lula solto

A busca de polarização que ele tentará é a única saída para a esquerda unida

A busca de polarização que LULA tentará é a única saída para a esquerda unida...
Sem atores válidos, anões políticos, discurso superado e passado contaminado pela incompetência e a corrupção, a esquerda vive de factóides e fake news, contando com o apoio da GLOBO, VEJA, FOLHA DE SÃO PAULO e alguns sites criminosos...
Diante desse quadro sonham com a capacidade política de LULA, que tem adeptos e seguidores cegos, imaginando que o velho discurso de ódios, do conflito de classes, ultrapassará o limite da sensatez e da inteligência...
LULA somente conseguirá mobilizar os mesmos idiotas de sempre...
Sua vida e história de crime são conhecidas de todos que possuem alguma atividade cerebral, vale dizer, por mais de 70% da população brasileira...
Os outros, dentre eles uma grande camada de alienados, gado tangido, analfabetos funcionais, famintos de cultura e fé, são o fruto do coronelado petista e por eles só nos resta rezar, pedir a Deus que possam crescer com o Brasil e um dia conhecer a verdade...
De verdade, então, terão poucos com capacidade mínima de mobilização, membros de partidos de esquerda, sindicatos, pseudos líderes de movimentos ditos sociais e algumas lideranças estudantis perdidas na ignorância e no tempo...
Essa é a tropa que seguirá LULA!!!
Gente do bem, com consciência e patriotismo, independente, capaz por si próprio, que cultua a família e seus valores, que busca a verdade em Deus, não apoiará jamais as sandices do condenado...
Logo, LULA e sua gangue não podem assustar ninguém!!
Podem tentar... isso podem...
Mas não conseguirão ultrapassar as prontas reações das polícias militares dos Estados...
E covardes fogem logo!!!! 

Aderbal da Cunha Bergo
Advogado, professor de Direito, presidente da OAB/Campinas (98/2000), conselheiro estadual OAB/SP (2016-2018)

 

foto divulgação PT
 


Assine nossa Newsletter


























Eu acompanho a Revista Absoluta desde o seu nascimento, sua infância e sua adolescência. Ao vê-la hoje, em plena mocidade, posso afirmar, sem medo, que ela sabe como construir a sua própria história. História de prestígio, credibilidade, entusiasmo e conquista de amizades. Absoluta cresceu. Crescer é superar obstáculos: sejam eles de alegrias e dores, derrotas e vitórias, lutas e sacrifícios, conflitos e incertezas. Absoluta anda por novos caminhos. Andar é... enfrentar o desconhecido, deixar marcas na sua passagem, se firmar com estilo e personalidade. Absoluta nasceu para ser mensageira: distribuir boas novas, dar boas dicas, documentar acontecimentos marcantes do nosso tempo, destacar os profissionais que se dedicam ao progresso das ciências e das relações humanas. A revista não abre mão da beleza interior de cada pessoa que ela focaliza. Acompanhei o seu trajeto e as suas mudanças pelas ruas e avenidas da nossa cidade. Visitei cada morada do seu destino e tomei o cafezinho gostoso com a sua equipe acolhedora, que cresceu unida, vestindo a camisa da sua marca, com a mais absoluta coragem e fidelidade. Vi revistas nascerem e acabarem enquanto a Absoluta caminhava heráldica, saltitando por entre as pedras do caminho. Recebi a honra de ser capa da "Absoluta gente" no lançamento das suas primeiras edições. Tive os meus textos, poemas e as minhas viagens registradas nas suas páginas. Sempre me senti valorizada por ela, enquanto pessoa, prestigiada enquanto artista, e sou grata pelo destaque que a revista Absoluta deu à minha trajetória existencial. Participei de enquetes da revista, ilustrações de textos, me vi entre amigos, tantas vezes, em fotos publicadas nas suas páginas sociais. Costumo chamar Betty Abrahão de Fênix... a ave da mitologia grega que, mesmo quando considerada morta, renasce das cinzas e alça vôo, pro alto, em busca das nuvens. Considero Isabelle o porto seguro desta obra que se eterniza na história de Campinas. Betty e Isabelle são "almas- irmãs" na vida e na parceria do seu trabalho. O sucesso da Revista Absoluta tem a sua origem na cumplicidade de um sonho que se desabrocha e se estende além dos limites da nossa cidade. Podemos comemorar as 100 edições em família, com a certeza de que fazemos parte desta história. Usarei as palavras de Rubem Alves [o escritor sempre destacado e valorizado por esta revista], para sintetizar a minha homenagem a toda a Equipe Absoluta: "O fato é que todos aqueles que ainda têm a ousadia de falar e escrever, acreditam, ainda que forma tênue, que o seu falar faz uma diferença... e desta crença depende o seu sono e o seu acordar..." Parabéns pela centésima edição!!!! Siga Absoluta!!!! Siga fazendo novos caminhos, ao andar...!!! Beijos
Anna Maria Badaró

 

Queria parabenizar vocês por chegarem quase na edição 100 da Absoluta e por terem feito mais uma vez um excelente trabalho. Gostei muito da revista que está linda, luxuosa e gostosa de ler! Gostaria de agradecer pela parceria e mandar um beijo para você Isabelle e Betty, que já estou com saudades. Gostaria que se pudessem encaminhassem mais uma revista dessa edição para casa para eu levar para os EUA. Gosto que eles acompanhem o que fazemos aqui. 
Karin Herrmann

Entre em contato agora mesmo!


Desejo receber as novidades