Absoluta

18/06/20 Simplifique

Recupere o controle do próprio tempo e seja mais feliz

As mulheres nunca estiveram tão atarefadas quanto nessa quarentena. Trabalhar em home office, cuidar dos filhos, organizar a rotina, fazer compras, preparar as refeições, cuidar dos pets... São tantos afazeres que ganhar tempo parece um enorme e difícil desafio.
Se você chega ao final do dia com a impressão de que precisava de mais horas para fazer tudo que gostaria, saiba que não está sozinha.
O segredo pode ser simplificar a vida - uma frase fácil de entender, mas não tanto de praticar.
Para recuperar o controle do próprio tempo, é preciso estar disposta a abrir mão de coisas e valores para viver com o que realmente importa. E isso já deve ter ficado bem claro durante esse isolamento, não é mesmo?
Para ajudar você a simplificar a vida cotidiana, listamos algumas dicas para serem colocadas em prática hoje mesmo!

Identifique o que é importante para você: saiba o que é mais importante para você e elimine todo o resto. Pare e pense como aplicar isso em diferentes áreas da sua vida. Tudo é questão de prioridade: olhe para tudo o que está acontecendo na sua vida. Tudo mesmo! Trabalho, casa, família, atividades com as crianças, passatempos e outros projetos. Quais destes compromissos estão dentro das coisas mais importantes para você? Foque neles.

Compre menos: pergunte-se antes de qualquer compra: Eu realmente preciso disso? Dê uma volta ou espere um dia antes de fechar o negócio.

Desentulhe sua vida: acumular objetos, roupas, sapatos, maquiagem, livros e louças sufoca. Mantenha apenas o que você usa de fato no dia a dia.

Opte por uma casa menor: não precisa mudar de imóvel, mas experimente transformar pelo menos um dos ambientes em um local muito confortável para toda família. É mais prazeroso do que viver num ambiente imenso e pouco aconchegante.

Inverta as prioridades: pare de gastar tempo para poupar dinheiro, gaste dinheiro para poupar tempo. Nada compensa atravessar a cidade para comprar algo com um desconto pífio.

Faça lista de tudo: prepare com antecedência a lista do supermercado, a dos pagamentos, a de tarefas cotidianas, a do serviço da empregada. 

Vá ao supermercado apenas uma vez por semana e, de preferência, sozinha: uma pesquisa mostrou que uma pessoa gasta 20% a mais de tempo e 30% a mais de dinheiro quando faz compras acompanhada.

Admita sua impossibilidade de resolver tudo: a blusa manchada ou que precisa ser apertada, o vaso quebrado, o ferro que queimou, coisas que dão problema há dois anos e você nunca leva para consertar? Doe ou jogue fora. A chance de resolver essas pendências depois de tanto tempo é mínima.

Compre on-line: hoje os sites oferecem serviços seguros de compras, além de fretes grátis. Poupa-se tempo, muitas vezes dinheiro, e ainda tem o conforto da entrega em casa.

Pare de procrastinar:
não adie tarefas necessárias. A dose de stress é imensa, já que se dorme e se acorda com o compromisso na cabeça por vários dias. Reconheça que adiar tarefas é um hábito e você pode mudá-lo.

Simplifique as tarefas: pense sobre todas as coisas que você tem para fazer. Às vezes a lista parece interminável. A dica é focar no que é mais importante, e tentar encontrar maneiras de eliminar as outras tarefas (automatizar, eliminar, delegar ou contratar ajuda).

Aprenda a dizer não:
este é realmente um dos principais hábitos para quem quer simplificar a vidas. Para não ficar sobrecarregado é preciso, muitas vezes, dizer não.

Limite os meios de comunicações: os meios de comunicação facilitam nossas vidas, mas também geram um fluxo de informação sem fim. E-mail, WhatsApp, SMS, Skype, Twitter, Instagran, Facebook, fóruns, entre outros. Se você se descuidar, o dia passa sem perceber. Por isso, é importante colocar um limite – e cumprir - para checar as mensagens: estabeleça horários para verificar e-mails, responder mensagens, tempo para ficar nas redes sociais e só faça isso uma vez por dia, por período limitado de tempo. 

Vá para a cama cedo, pelo menos uma vez por semana:
é uma decisão simples que, a longo prazo, pode fazer muita diferença. Além disso, levantar mais cedo dá mais disposição para enfrentar o dia.

Descarte objetos: você pode dedicar um fim de semana para descartar as coisas que você não quer ou não usa mais. Separe o que pode doar, vender ou jogar fora. Comece por itens grandes como mobília, bicicletas sem uso, esteiras que viraram cabide e todos aqueles brinquedos que ocupam espaço.

Organize a casa: organize um cômodo de cada vez e elimine o desnecessário. Imagine que está se mudando para um lugar distante e só pode levar o essencial. Deixe o mínimo e exclua todo o resto.

Simplifique o guarda-roupa: livre-se de qualquer coisa que realmente não usa faz algum tempo. Tente criar um guarda roupa minimalista e tenha um estilo simples com cores neutras e que combinem entre si. 

Organize a vida de maneira digital: considere arquivar tudo online, isso pode simplificar muito as coisas. Pague as contas em débito automático, opte por receber as faturas por e-mail, digitalize documentos, cancele malas diretas, elimine os papéis, etc. 

Seja responsável no uso do cartão de crédito: estudos revelam que o acúmulo de débitos provoca um stress incontrolável. Se fizer dívidas, controle-as de perto. Viva dentro de suas possibilidades. 

Reveja os hábitos de compra:
se você é materialista ou consumista, considere mudar seus hábitos. Estabeleça um limite, compre apenas por necessidade e evite escolher shopping como opção de lazer. Isso vai significar menos coisas, menos gastos, menos contas e menos bagunça.

Viva o presente: isso pode fazer uma enorme diferença para simplificar a sua vida. Viver o aqui e agora, no momento presente, consciente da vida e do que está acontecendo ao seu redor e, principalmente, dentro de você, faz maravilhas para a sua sanidade.

Limpe a mesa de trabalho: uma mesa cheia de papéis, pode acarretar distração, além de estresse.

Faça exercícios
: fazer exercícios simplifica a vida a longo prazo. O exercício ajuda a queimar calorias, eliminar o estresse e faz com que a gente se sinta melhor.

Organize a vida financeira:
muitas pessoas não têm um orçamento, o que torna difícil o controle das finanças. É imprescindível organizar o orçamento doméstico.
 


Assine nossa Newsletter



























A revista está linda. Se não for pedir demais adoraríamos ter uma cópia para nosso arquivo. 
Luiz, Lar do Velhinhos de Campinas

Parabens a equipe. Ficou sensacional!!! 
Ana Lucia Bertolani

Entre em contato agora mesmo!


Desejo receber as novidades