24/01/20 Lenta recuperação

Expansão de emprego em Campinas está bem abaixo da RMC

De acordo com o Departamento de Economia da Associação Comercial e Industrial de Campinas (ACIC), com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), em Campinas foram admitidos 9.757 trabalhadores e demitidos 12.245 trabalhadores, resultando em uma eliminação de (-2.488) postos em dezembro de 2019. No acumulado do ano, foram criados 2.736 postos, cerca de (-45,0%) abaixo dos 4.973 postos gerados em 2018.
Os destaques foram: Serviços com 2.300, a Construção Civil com 1.129 postos e o Comércio com 546 postos. Os destaques negativos ficaram com a Indústria (-1.248), a Agropecuária com (-106) e a Administração Pública com (-12).
“Em Campinas, a expansão do emprego está sendo lenta, bem abaixo da RMC. No entanto, a expectativa para este ano, 2020, é de um crescimento superior aos 30% o que implica cerca de 3,5 mil postos de trabalho em Campinas”, avalia o economista da ACIC, Laerte Martins.

RMC
Em relação à Região Metropolitana de Campinas (RMC) foram admitidos 22.166 e demitidos 30.653 trabalhadores, resultando em (-8.487) postos eliminados. No acumulado do ano, foram gerados 10.716 postos de trabalho, cerca de 16,34% sobre os 9.211 de 2018. Os destaques positivos: Serviços com 5.690 postos, o Comércio com 4.344 postos, a Construção Civil com 1.940 postos. Os negativos foram: a Indústria com (-2.071) postos eliminados e a Administração Pública com (-55) postos eliminados.
“Na RMC, a expansão do emprego para 2020 traz uma perspectiva de 15% a 20% de geração, mais de 13 mil postos de trabalho”, prevê o economista.

Nacional
No âmbito nacional, o CAGED de dezembro de 2019 aponta que foram admitidos 990.848 e demitidos 1.298.159 trabalhadores, uma contratação líquida negativa de (-307.311).
Em relação ao acumulado do ano (janeiro a dezembro) de 2019, foram contratados 644.079 trabalhadores, que comparados aos 529.554 de 2018 resulta em uma expansão de 21,63%. Os destaques foram: Serviços, o Comércio e a Construção Civil, que juntos geraram cerca de 599.115 postos, 93% do total geral.
O resultado do ano de 2019 demonstram que em nível nacional houve uma evolução positiva na geração de emprego de cerca de 22% acima de 2018, indicando uma tendência positiva para 2020, com a perspectiva de crescer 22% acima de 2019, com a geração de 786 mil postos de trabalho.


Assine nossa Newsletter



























Betty querida, Ameiiiiiiii a revista inteira, mas, sem dúvidas, estou babando pela Carol e Murillo. Te agradeço por ter perpetuado esta relação, através do registro maravilhoso feito pela revista. Absolutamente demais!!! Murillo está em congresso na Argentina e vai babar, no seu regresso. Estou enviando para a Carol, em Santa Maria da Serra. Beijo no coração
Sandra Almeida

Parabéns, Absoluta! Nesses anos todos, é difícil lembrar de um evento ou lançamento em que a Absoluta não esteve presente, sempre mostrando o melhor e mais representativo da sociedade atual, num mix de jornalismo, entretenimento e variedade, mas nunca deixando a emoção de lado.
A credibilidade nas opiniões e a rápida adequação às tendências nos mais variados setores, coloca a publicação num patamar único em toda a região.
O destino Estados Unidos, com seus inúmeros pontos turísticos, foi muitas vezes visitado pela Absoluta com seu olhar diferenciado, transformando cada roteiro num objeto de desejo para seus fiéis leitores.
Obrigada, Absoluta! Que sua incrível equipe continue nesse caminho de sucesso e luz!
Jussara Haddad, do Consulado e Embaixada dos Estados Unidos