28/09/17 Conjuntivite primaveril

Complicação esta associada à polinização de flores e plantas nesta época do ano

Durante a primavera, os olhos precisam de cuidados especiais, uma vez que é no período entre setembro e dezembro que fatores como umidade e mudanças de temperatura, além da exposição ao ar condicionado e à poluição, podem gerar vários tipos de alergias. Nesta época, flores e plantas também entram em polinização, sendo que o pólen fica suspenso no ar e, em contato com os olhos, por meio do vento, podem levar a chamada conjuntivite primaveril.
Segundo o oftalmologista José Ernesto Ghedin Servidei, os principais sintomas desta complicação são coceira ocular intensa, secreção e lacrimejamento. Além disso, podem aparecer vermelhidão, sensação de areia ou cisco no olho e intensa intolerância à luz. “O tratamento é feito com o uso contínuo de colírio antialérgico por tempo determinado e com o alerta de nunca coçar a região. Em alguns casos, ainda, é necessário um corticoide para amenizar a alergia”, explica Servidei.

Para prevenir e evitar o problema, o profissional dá algumas recomendações:
- Manter as mãos limpas e longe do contato com os olhos;
- Enxugar o rosto apenas com toalha de papel;
- Deixar a janela fechada durante a noite;
- Ficar longe da exposição dos agentes irritantes, como fumaça e alérgenos;
- Usar óculos escuros, que criam uma barreira contra a poeira e o pólen carregados pelo vento. 


Assine nossa Newsletter























A Absoluta chega à maioridade de maneira magnífica.Em todos esses anos, soube aliar a memória histórica significativa dos fatos ao presente palpitante e traçar cenários precisos para o futuro. Soube aliar fatos, dados e informações das mais diversas áreas do conhecimento, da cultura, da arte e até da religião. Com a revista, ficamos mobilizados por muitas causas, nos comovemos, tivemos prazer, rimos e choramos, mas ela nos encantou a cada edição. Parabéns Betty e Isabelle!
Que essa energia mágica que lhes permite conduzir a Absoluta de forma tão especial, seja sempre abençoada.
Maria Inês Fini, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP)
 

 

A Absoluta é uma revista com a qual aprendo muito! Adoro, sobretudo, as matérias de moda, que me auxiliam na produção de novos looks! Parabéns Betty e toda equipe! A Absoluta é absoluta em todos os sentidos!
Emmanuelle Alkmin, Secretária Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida de Campinas

Nome


E-MAIL
Mensagem