20/10/17 Cérebro saudável

Técnicas auxiliam na criação de bons hábitos alimentares

Ninguém nasce rejeitando beterraba ou apaixonado por sorvete. O que acontece é que, ao longo do tempo, somos ensinados a dar mais valor para sobremesas, salgadinhos e outras guloseimas. “Dessa forma, deixamos de gostar de muitos alimentos saudáveis, que não pareciam ter nada de especial, e nos apaixonamos por tudo aquilo que vamos querer evitar mais para frente”, explica o nutrólogo Nataniel Viuniski.
Felizmente, cientistas americanos descobriram que é possível treinar o cérebro a gostar de alimentos saudáveis tanto quanto fomos ensinados a gostar de guloseimas. “Chamada de mindfull eating, a técnica propõe comer com consciência. É estar presente, ter atenção, estar plenamente consciente do que está acontecendo dentro e fora de si. É completamente diferente de fazer dieta”, acrescenta.
Enquanto a dieta muitas vezes propõe privações, o mindfull eating sugere uma mudança de estilo de vida com satisfação em comer alimentos saudáveis, mas com flexibilidade e liberdade de escolha.
Nataniel indica cinco técnicas que podem ajudar na hora de mudar o comportamento do nosso cérebro em relação à alimentação. Confira:

1ª Não olhe de cara feia para a comida, isso pode enviar uma mensagem negativa ao cérebro, fazendo com que rejeite o prato antes mesmo de experimentá-lo
2ª Tenha interesse ou curiosidade por alimentos que você não conhece e evite distrações durante a refeição, como celulares, televisão e outros
3ª Experimente várias vezes, pois é comum não gostar de algo pela primeira vez
4ª Descubra novas receitas. Os alimentos podem ser combinados com diversos outros, criando novos sabores
5ª Crie o hábito de se alimentar saudavelmente, assim o cérebro se familiariza com os sabores e você consegue notar as diferenças no seu corpo


Assine nossa Newsletter























Queridas Isabelle e Betty, gostaria de agradecer pela oportunidade de participar desta edição da revista. Aproveito para parabenizá-las pela excelente qualidade tanto das reportagens quanto do layout da revista. Um beijo
Viviane, Estação Marupiara

Queridas Betty e Isabelle, quero cumprimentá-las pela beleza e qualidade da edição da revista nov/dez. Está incrível, elegante e muito interessante de ler!! As mudanças foram ótimas. Parabéns! 
Maria Inês Fini

Nome


E-MAIL
Mensagem