04/08/19 Síndrome de Burnout

Saiba como o esgotamento está afetando os mais jovens

Você tem cuidado da sua saúde emocional? Sabia que, em maio deste ano, a Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou a Síndrome de Burnout, caracterizada pelo esgotamento profissional, na lista de doenças profissionais causadas pelo excesso de trabalho. Os mais atingidos são os mais jovens entre os 23 e 38 anos, segundo um estudo feito pelo Yellowbrick, centro especializado no tratamento de adultos emergentes e suas famílias. Cerca de 95% dos millennials sofrem de Burnout e 75% estão mentalmente exaustos. A grande exposição a uma gama de informações diariamente, o excesso no uso de tecnologia e as redes sociais também contribuem para o esgotamento, pois a competividade gerada pelo melhor status e números de likes aumenta o desgaste mental.
Os principais sintomas da síndrome são: cansaço excessivo, físico e mental, dor de cabeça frequente, alterações no apetite, insônia, isolamento, fadiga, pressão alta, dores musculares dificuldades de concentração, sentimentos de fracasso e insegurança, negatividade constante, sentimentos de derrota e desesperança entre outros.
O professor de MBA em Tomada de Decisão Uranio Bonoldi revela três dicas para driblar o estresse do dia a dia. Confira:

Autoconhecimento
Quer saber qual é a principal fórmula para alcançar o autoconhecimento e a satisfação no trabalho? A Universidade de Chicago descobriu que basta dedicar suas horas a algo que é verdadeiramente coerente e compatível com suas paixões, habilidades e interesses pessoais. Quando você é autoconsciente tudo fica mais claro, os seus propósitos são a meta principal, você sabe aonde quer chegar e, então todos os obstáculos no caminho viram degraus para o seu sucesso. "Os profissionais mais felizes têm orgulho e sentem uma profunda conexão com o que fazem, sem, necessariamente, obterem salários milionários ou livre acesso às altas camadas da sociedade", conta Uranio.

Tome decisões saudáveis
Corpo e mente estão interligados, então automaticamente quando sua saúde mental não anda muito bem, o seu corpo começa a manifestar um sinal de alerta vermelho para que alguma atitude seja tomada. "Manter hábitos saudáveis como dormir bem, ter uma boa alimentação e praticar exercícios físicos são a chave para fazer boas escolhas, ter um hobby que você realmente goste de fazer também ajuda principalmente no processo de criatividade, pois uma mente descansada consegue trabalhar muito melhor e abre caminho ao pensar criativo e a inovar", revela Bonoldi.

Trabalhe, mas também seja feliz
Muitas vezes na carreira passamos por provações e nem sempre começamos no cargo dos sonhos, precisamos passar por todas as fases de aprendizado, pois não se chega à CEO de uma grande empresa, se essa for sua meta, sem antes passar por vários estágios de desenvolvimento. "Para isso, como dito anteriormente, é fundamental o autoconhecimento, saber quais são os seus objetivos e suas paixões, o que te move e faz os seus olhos brilharem para que consiga ter sucesso e, principalmente, se tornar um profissional completo. O processo de tomada de decisões, um método, é fundamental e necessário para pivotar sua carreira quando achar necessário, ou descobrir novos caminhos", completa Uranio. Foi o que aconteceu com Bonoldi que após exercer cargos como executivo de empresas nacionais e multinacionais em organizações públicas e privadas, hoje, atua como professor, consultor em gestão, palestrante e escritor. "É preciso ser um profissional camaleão, resiliente, flexível e adaptável ao mundo moderno em que estamos'', finaliza.

 


Assine nossa Newsletter

























Com conteúdo variado e de qualidade, ler a Absoluta é um enorme prazer! Chegar aos 18 anos para nós significa atingir a maioridade. Para a Absoluta, uma grande conquista, mas ela já nasceu grande! 18 anos de Absoluta significam 18 anos de serviços prestados à nossa comunidade por este formidável veículo de comunicação! Betty e equipe, parabéns por mais um ano! Parabéns por seguirem em frente e produzirem com muito carinho e dedicação tanto conteúdo de qualidade. Brindemos e comemoremos, pois vocês vivem no TOPO! Um beijo.
Rodrigo Raineri, alpinista

Queridas Isabelle e Betty, gostaria de agradecer pela oportunidade de participar desta edição da revista. Aproveito para parabenizá-las pela excelente qualidade tanto das reportagens quanto do layout da revista. Um beijo
Viviane, Estação Marupiara