19/08/19 Exposição ao sol x catarata

Saiba como prevenir e tratar a doença

O sol é importantíssimo para a vida; no entanto, ele também pode favorecer o aparecimento de diversas doenças, entre elas a catarata. Pesquisadores do Instituto Nacional de Saúde e Pesquisa Médica em Montpellier, na França, estudaram cerca de 2.500 pessoas e observaram que aquelas com maior exposição ao sol tinham uma propensão de 2,5 a 4 vezes de desenvolver a doença do que aquelas que não se expunham tanto aos raios solares. “Quanto mais exposição ultravioleta, maior a incidência de catarata”, explica o oftalmologista Minoru Fujii. Atualmente nota-se um aumento de casos, em parte por causa dessa exposição aos raios UVA do sol.

A radiação ultravioleta favorece o aparecimento de problemas de visão, como ceratite, retinopatia solar e catarata, entre outras. “Vale lembrar também que os sintomas iniciais da catarata podem ser confundidos com outras doenças, como degeneração macular, retinopatia diabética ou glaucoma, e somente um médico é capaz de verificar o que está acontecendo, de fato”, detalha o médico.

A catarata ocorre quando o cristalino – lente natural do olho – fica opaco, causando um aspecto de visão nublada. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que até 2020 cerca de 40 milhões de pessoas tenham a doença. Entre os principais sintomas da catarata estão a visão embaçada, o ofuscamento da claridade, dificuldade para dirigir à noite e visão dupla. O envelhecimento está entre os principais fatores de risco, assim como as doenças metabólicas, como diabetes, traumas e uso de medicamentos, como corticoides. E vale lembrar que jovens também podem desenvolver a doença. Apesar de menos comum, os especialistas já notam um aumento no número de casos.

Atualmente, o principal tratamento da catarata é cirúrgico. Com técnicas cada vez mais eficientes e seguras, a cirurgia é considerada minimamente invasiva. “É possível também realizar o procedimento com laser e associar a nova tecnologia 3D. Essas inovações fazem da cirurgia da remoção da catarata uma das mais avançadas”, resume Fujii. A catarata é responsável por cerca de 51% dos casos de cegueira no mundo, de acordo com a OMS.

 


Assine nossa Newsletter

























Temos muito a comemorar este mês, a Revista Absoluta completa a maioridade, seus 18 anos. Chega nesta idade com um know how grandioso em comunicação, uma trajetória brilhante, uma revista visualmente atrativa e de muito bom gosto.
Foram 18 anos muito bem vividos e, em cada edição, conseguimos ver o crescimento desse canal de informações que nos traz variedades de assuntos, sempre muito bem selecionados e escritos por pessoas capazes de produzir literatura de qualidade e que transformam palavras em emoções, além de informações para todos os gostos, sobre eventos e celebridades de nossa cidade.
Fico muito satisfeito em ter acompanhado de perto este crescimento e gostaria também de parabenizar a presidente da revista Sra. Betty Abrahão, pelo desempenho sempre à frente da revista, pelo bom gosto e dinamismo. Só posso desejar que Deus abençoe a todos os que contribuem direta e indiretamente pelo sucesso dessa revista, e parabenizá-los pelo desempenho especial de cada um.
Monsenhor Fernando de Godoy Moreira, pároco da Igreja Santa Rita de Cássia,

 

É com muita admiração e orgulho que expresso a minha sincera opinião pelo trabalho de GIGANTE que a REVISTA desempenha através de suas pautas, buscando sempre nos informar e, sobretudo, ENSINAR abordando assuntos nas mais variadas áreas, políticas, sociais, médicas e empresariais buscando sempre a VERDADE e a autenticidade com muita elegância e firmeza.
Posso imaginar o grande empenho na busca pelas informações em tantas áreas diversas, e isso EM TODOS ESSES ANOS, ATÉ O NÚMERO 100.
REALMENTE só uma equipe fabulosa como essa da REVISTA ABSOLUTA com sua presidente, a querida BETTY ABRAHÃO, amiga de tantos anos, superando com muita GRANDEZA momentos difíceis e nos dando tantos ensinamentos com sua inteligência, sabedoria e bondade. Uma ABSOLUTA COMPLETA e VERDADEIRA, e me sinto honrada por ter o privilégio de expressar a minha admiração pelo trabalho e sucesso da revista. ESPERO que esse número 100 possa se multiplicar muitas e muitas vezes. Infinitamente!
Renata Strazzacappa Barone