20/09/18 Uma cidade única

10 coisas que você precisa saber sobre a Denver

Fundada em 1858 como um campo de mineração de ouro, Denver está localizada na base das majestosas Montanhas Rochosas, a 1.609 metros acima do nível do mar, exatamente uma milha de altura – o que lhe concedeu o título de Mile High City.
A cidade oferece atrações para todas as idades, em todas as épocas do ano. E se você está pensando em visitar o destino, listamos 10 coisas que você precisa saber sobre a Denver

1. A cidade tem 300 dias de sol por ano
Localizada a leste de uma grande cordilheira, Denver tem um clima ameno, seco e ensolarado, com mais horas anuais de sol do que San Diego ou Miami Beach. No inverno, a cidade é mais seca que Phoenix e recebe apenas 14 centímetros de precipitação por ano - quase o mesmo que Los Angeles.

2. O cenário artístico e cultural de Denver está prosperando
Em seus dias no Velho Oeste, Denver recebeu uma performance de Macbeth antes mesmo de ter uma escola ou um hospital. Hoje, arrecada mais de US $ 40 milhões por ano com arte, através de 300 organizações e instalações artísticas. O renascimento cultural da cidade pode ser visto em lugares como o Denver Performing Arts Complex, o segundo maior complexo de artes do país, com 10 salas que acomodam mais de 10 mil pessoas para óperas, sinfonias e balés. O Ellie Caulkins Opera House, é reconhecido como um dos melhores locais acústicos do mundo.
Além disso, a cidade possui vários museus de arte exclusivos, incluindo o Clyfford Still Museum, dedicado exclusivamente às obras de Clyfford Still, um dos mais influentes pintores americanos abstratos. O edifício projetado por Brad Cloepfil é uma maravilha artística em si e criado especificamente para exibir o trabalho multidimensional do artista. O Museu Americano de Arte Ocidental abriga mais de 650 pinturas e desenhos que abrangem 200 anos de história americana, e está localizado em um edifício histórico que já foi um salão de bordel e jogos de azar.
O impressionante Hamilton Building do Denver Art Museum, projetado pelo famoso arquiteto Daniel Libeskind, foi chamado de "hipnotizante" pelo New York Times. O espaço recebea uma variedade de shows de arte originais e de turismo, incluindo exposições dedicadas às obras de Van Gogh, Yves Saint Laurent, Cartier e outros.

3. Denver está perto das montanhas, não nelas
Denver está localizada em planícies altas, a 19 quilômetros de uma série de montanhas que chegam a 11 mil pés – cerca de 3.350 km de altura. Um pouco mais adiante está o "Front Range das Montanhas Rochosas", uma série de formidáveis picos cobertos de neve que se elevam a 14 mil pés. Denver pode não estar nas montanhas, mas as montanhas ainda dominam a cidade. O panorama pitoresco das rochosas é de 140 quilômetros de extensão. Existem 200 picos visíveis, incluindo 32 com 13 mil pés ou mais. A lei estadual proíbe a construção de qualquer estrutura que possa bloquear a vista do Capitólio do Estado do Colorado.

4. Denver é uma cidade de muitas cores e culturas
Denver cresceu 30% nos anos 90 - uma média de mil novos residentes por semana, todas as semanas, durante 10 anos. Nesse período, a população hispânica no Colorado aumentou 73%. Hoje, mais de 31% da cidade é de ascendência hispânica e latina e 10% são afro-americanos. A diversidade de Denver é celebrada em inúmeros festivais e eventos, incluindo a maior celebração do “Cinco de Mayo” e a maior passeata de Martin Luther King Jr.

5. A história de Denver é curta, mas colorida
Em 1858, não havia uma única pessoa vivendo na área metropolitana de Denver, exceto em alguns campos migratórios de nativos americanos de Arapaho e Cheyenne. Apenas 30 anos depois, o Colorado registrou população de quase 200 mil habitantes. Foi a corrida do ouro que causou este boom. Uma época fascinante que é trazida à lembrança através de museus, cidades antigas de mineração de ouro e centenas de edifícios vitorianos elegantes. Em LoDo (Lower Downtwon), um distrito histórico de 26 quarteirões, há a maior concentração de edifícios vitorianos e da virada do século no país. Hoje, o bairro abriga 90 cervejarias, cafés, restaurantes, bares e casas noturnas. No museu interativo History Colorado Center, é possível descer em uma mina de carvão, saltar de esqui e visitar outros momentos emocionantes da história da cidade e do estado.

6. Denver ama esportes
Denver é uma das duas únicas cidades (a Filadélfia é a outra) a ter sete equipes esportivas profissionais: a NFL Denver Broncos; Nugg Denver Nuggets; NHL Colorado Avalanche; MLB Colorado Rockies; MLS Colorado Rapids; MLL Colorado Outlaws; e NLL Colorado Mammoth. O Colorado Rockies tem 11 recordes de público na Liga Principal de Beisebol, enquanto o Denver Broncos esgotou todos os jogos em casa por mais de 20 anos. Denver também abriga um dos maiores rodeios do mundo - o National Western Stock Show & Rodeo. E é a única cidade a ter construído três novos estádios esportivos nos anos 90: Coors Field; Sports Authority Field at Mile High e Pepsi Center.

7. Denver produz mais cerveja do que qualquer outra cidade
O primeiro edifício de Denver era um salão, então é natural que Denver se tornasse uma ótima cidade de cerveja. A Coors Brewery é a maior do mundo. O Great American Beer Festival de Denver é o maior do país, oferecendo mais de 6.700 cervejas diferentes para degustação. A Wynkoop Brewing Company é uma das maiores cervejarias do país. Em um dia normal na área metropolitana de Denver, mais de 200 cervejas diferentes são preparadas e podem ser saboreadas em mais de 150 cervejarias.

8. Denver - The Mile High City
A cidade tem exatamente uma milha de altura. No ar rarefeito de Denver, as bolas de golfe ficam 10% mais distantes. O sol parece mais quente, porque você está mais perto dele e há 25% menos proteção. A Mile High City também é extremamente seca, então é uma boa ideia beber mais água do que o normal. Com menos vapor de água no ar a esta altitude, o céu é realmente o mais azul do Colorado.

9. Denver tem o 10º maior centro dos Estados Unidos
Ao contrário de algumas cidades ocidentais, Denver tem um centro da cidade tranquilo - o 10º maior do país. Em apenas um raio de 1,6 km, há três estádios esportivos, o segundo maior complexo de artes cênicas do país, uma variedade de museus de arte e história, uma cunicultura que produz 10 bilhões de moedas por ano, um rio que oferece rafting, um aquário de classe mundial, mais de 9.500 quartos de hotel e mais de 300 restaurantes, pubs, cafés e espaços para música.
O 16th Street Mall é um calçadão de 1,6 km de extensão, com 200 árvores e 42 cafés ao ar livre que cortam o centro da cidade. Ônibus elétricos gratuitos circulam pelo Mall, parando em cada esquina. Após as 18h, o shopping ganha vida com carruagens e pedicabs.

10. Denver tem um dos maiores parques em cidade do país
Denver possui mais de 200 parques dentro da cidade e 14 mil acres (mais de 56 km2) de parques nas montanhas próximas, incluindo o espetacular Red Rocks Park & Amphitheatre. Outros parques de montanha incluem o Echo Lake, na base da autoestrada Mount Evans - a mais alta estrada pavimentada na América do Norte, e Buffalo Bill's Grave no topo da Lookout Mountain. Denver planta mais de 200 mil flores em 26 jardins a cada primavera. Só em Metro Denver são mais de 85 quilômetros de ciclovias off-street, um dos maiores sistemas de trilha de bicicleta urbana do país. O Denver B-cycle tem mais de 800 bicicletas Trek disponíveis para locação em 87 estações da cidade. Basta passar um cartão de crédito para sair pedalando.

Confira algumas fotos que fizemos na cidade. 

 


Assine nossa Newsletter



























A marca impressiona. São 100 edições, cada um delas marcada pela arte de bem informar e informar bem. Sem o receio de desagradar (com firmeza e lealdade); sem esquecer que o belo existe; sem distanciar-se da realidade; sem meias palavras; sem atrelamento político-partidário; sem fel; sem maldade; sem vender a consciência; sem perder o passado; sem desmerecer as pessoas; sem sair do foco; sem guardar rancor; sem esquecer os amigos... Confesso que estou 100 palavras ! Parabéns Absoluta !!!
Aderbal Bergo

 

A revista se superou! Está maravilhosa.
Maria Inês Fini