16/08/13 Viajando a bordo de um motorhome

A experiência de viajar pelos Estados Unidos levando a casa junto

Desde a adolescência, quando fiz intercâmbio nos Estados Unidos e via os "avós americanos" cruzando o país a bordo de um ônibus superequipado, sempre tive curiosidade de saber como era viajar a bordo de um motorhome. Em junho deste ano, finalmente experimentei essa aventura, durante o trecho que liga Las Vegas ao Colorado, percorrendo cerca de 1.600km durante 8 dias, visitando mais de 40 cidades com a família. No início, a ideia era alugar o veículo apenas para o trajeto, mas depois, com a enorme empolgação das crianças, acabamos nos deixando levar e acampamos por duas noites. A experiência foi incrível, e se você, assim como eu, tem vontade de experimentar, a minha dica é: vá em frente!
Os Estados Unidos tem uma estrutura excepcional para quem decide viajar pelo país "levando a casa junto". Além disso, as estradas são boas, há segurança e tudo acontece muito melhor do que o previsto. Sem contar que você pode mudar de ideia quanto ao roteiro, aos horários e passeios, como fizemos, ao que meu marido costuma sempre lembrar do pequeno atalho de 800km que eu sugeri seguir.
A ideia de compartilhar a experiência aqui, surgiu depois que eu recebi inúmeros emails de pessoas que souberam da viagem e queriam mais informações sobre tudo que tinha acontecido, as dicas, informações sobre aluguel, itinerário, a vida dentro do motorhome, e tudo mais que não se encontra por aí. Percebi que essa nova forma de turismo empolga, entusiasma e interessa muito as pessoas, principalmente aquelas que têm filhos e gostam de conhecer lugares novos, desfrutando da natureza. Assim como as pessoas que me procuraram, imagino muitas outras, talvez você que está lendo agora essa matéria, que sempre teve vontade, mas nunca soube por onde começar. Então, essa matéria é para você.

O que saber antes de colocar o pé na estrada:

O Motorhome
Alugamos o veículo com a empresa Apollo Motorhome Holidays, da marca Star RV/Premium (www.apollorv.com/holiday), modelo Volans, com capacidade para 2 adultos e 3 crianças. A dúvida sempre foi saber como funcionava o veículo equipado com 3 camas, banheiro, chuveiro, cozinha com geladeira, freezer, fogão, microondas, mesa, poltronas, TV, vídeo e tudo mais. Mas uma breve explicação foi suficiente para entender que tudo é muito rápido, fácil e prático. Um painel informa sobre os tanques e a situação geral do veículo. E funcionou perfeitamente.
Meu marido ainda tinha uma dúvida: a segurança no caminho, mas a resposta foi de que a única preocupação que deveríamos ter na viagem era com o abastecimento. E assim foi.

Las Vegas - Aspen
A princípio, a ideia era pegar a I-70 e chegar logo ao destino, mas quando as crianças descobriram que faríamos o trecho a bordo de um motorhome (nós fizemos surpresa até a retirada do veículo), foi preciso mudar os planos. Então, decidimos nos aventurar pelo deserto, cruzando Nevada, Arizona e Utah, até chegar ao destino, no Colorado.
A estrada é boa e, embora estivéssemos reciosos sobre a longa jornada em linha reta pelo deserto, a paisagem é incrível e nem um pouco cansativa. Parece estranho dizer, mas uma hora parecíamos estar diante de paisagem lunar, de repente avistávamos arcos gigantescos, estradas que pareciam sair de filmes de velho oeste, cruzávamos trechos apertados em meios a enormes montanhas, sempre com vistas de tirar o fôlego.
Nossas paradas para pernoitar aconteceram no parque Zion, em Utah e na cidade de Fruita, já no Colorado. Mas a viagem teve momentos incríveis ao percorrer todo o parque nacional, atravessar a reserva dos índios Navajo, conhecer a barragem de Glen Canyon Dam, percorrer cidades abandonadas, e muito, muito mais.

Pernoites
Embora eu tivesse ouvido falar que era bom reservar os RVs (campings) antes da viagem, percebi que é possível sim chegar aos lugares para pernoite e acertar as condições da estadia na hora. Em nossa primeira parada, perto do Parque Nacional Zion, já havia escurecido quando chegamos, e tudo foi muito fácil e rápido - um alívio para nós, principiantes. Um senhor nos ajudou com os cabos de água, eletricidade e esgoto. Tudo muito organizado e prático. Estacionamos, expadimos a parte do trailer que aumenta o espaço interno e ali ficamos, aproveitando a noite na área externa do lugar. No dia seguinte, uma agradável surpresa ao perceber que estávamos estacionados bem ao lado de um imenso paredão de montanha - um presente para os olhos. Seguimos viagem, e a próxima parada aconteceu em Fruita, no Colorado. Uma cidade charmosa e muito bonita. Mais uma vez, chegamos tarde e, para nossa surpresa, a recepção estava fechada. Mas percebemos que haviam instruções para hóspedes que chegassem após o horário, e assim, fizemos cadastro e pagamento ali mesmo.
Neste RV pudemos conferir a estrutura que dispõem para as pessoas que colocam o pé na estrada a bordo de motorhomes. Piscina, lavanderia completa, loja de conveniência, banheiros e duchas! Tudo muito limpo e organizado. Uma pena que estávamos só de passagem e logo pela manhã já seguimos viagem.

Primeira parada: Aspen
Chegar a cidade destino é sempre um alívio, mas uma dúvida surge quando você descobre que veículos maiores não podem trafegar pelas ruas de cidades pequenas durante a semana. Com reserva de hotel na mão, a questão era apenas saber onde estacionar o motorhome. Descobrimos que alguns hotéis permitem que você estacione veículos grandes nas ruas próximas, desde que você tenha autorização, que pode ser expedida pelo próprio hotel. 
Aspen é a famosa cidade que fica repleta de turistas durante a temporada de neve. Durante a primavera é possível fazer tudo a pé, descobrindo lugares e aproveitando a beleza que a natureza oferece - e o americano cultiva. O bom de estar viajando com esse tipo de veículo é que você não precisa descarregar tudo, descendo apenas o necessário e deixando guardado o resto da bagagem, principalmente aquela que vai direto para o Brasil.

Segunda parada: Vail

Se tem um lugar nos Estados Unidos que eu adoro de paixão, esse lugar é Vail e seus arredores. Já amava no inverno, quando as estações de ski ficam lotadas de gente bonita, a cidade iluminada, cheia de charme e as montanhas com várias atividades para toda família. A neve é, sem dúvida, um dos grandes atrativos de Vail. Mas o que os turistas estão descobrindo é que o lugar é muito mais do que isso, principalmente para quem gostar de esportes e atividades ao ar livre. 
A história aqui é como estacionar o motorhome, já que tínhamos reserva de hotel. Chegando a cidade, soubemos que era preciso uma vistoria para garantir a autorização de parada em um estacionamento público e gratuito. Recebi um número de telefone e com ele agendei o horário e local da vistoria. Tudo certo e com autorização em mãos, só veríamos o veículo na hora de ir embora ou se resolvêssemos sair dali para novas aventuras, já que a cidade dispõe de transporte público, também gratuito.
E foi o que aconteceu, nos dias que se seguiram, permanecemos por ali e nos aventuramos a passear pelas cidades próximas como Beaver Creel, Breckenridge, Keystone, Frisco, Silverthome, entre outras. Nenhum imprevisto e muita diversão.

Hora de partir em direção a Denver

Denver era nossa cidade final para voltar ao Brasil e devolver o motorhome. Nossa previsão é que a entrega demorasse, por isso, decidimos não parar e ir direto ao destino. Ao chegar a empresa, descobrimos que era preciso esvaziar todos os tanques. Como "marinheiros de primeira viagem", chegamos a pensar que aquilo levaria muito tempo. Que nada! O posto de combustível era próximo e já tinha todo o esquema montado. Menos de 30 minutos e já estávamos com tudo resolvido e prontos para partir.
De taxi, fomos para o aeroporto. A única certeza, ao deixar o motorhome para trás, era de que a nossa experiência nesse tipo de aventura estava apenas começando.


Dicas que podem ajudar na hora de planejar a viagem:

- Motorhome nada mais é do que um trailer sobre o chassi de um ônibus ou caminhão. Um ótimo termo para defini-lo é: casa sobre rodas.
- A principal vantagem de usar esse tipo de veículo é a mobilidade: não é preciso passar as férias inteiras no mesmo lugar. Se o local já cansou, é só entrar no carro-casa e seguir viagem.
- O veículo também é indicado para quem quer fazer tours, ou seja, ficar pouco tempo em vários lugares.
- O valor de estadia para um motorhome do tamanho do que alugamos é a partir de U$35 por noite.
- Tivemos sorte com a empresa contratada - Apollo Motorhome Holidays, já que o veículo era praticamente novo. Soubemos mais tarde que a empresa só dispõe de veículos com até 6 meses de uso. Fique atento pois um veículo em boas condições vai fazer uma enorme diferença!
- Os veículos são auto-suficientes, dispondo de caixas de água, geradores, etc.
- Durante a viagem, é possível viver o conforto e a praticidade de ir ao banheiro, comer e dormir sem parar o carro, além de não precisar se preocupar com hotéis.
- Levantamento recente da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, revela que a quantidade de motorhomes nos Estados Unidos, alcançou nível recorde, ou seja, você não estará sozinho nas estradas.
- A cultura da família norte-americana de fazer turismo a bordo de um veículo recreativo é antiga. São mais de 16 mil campings com estrutura para receber trailers e motorhomes.
- Não confunda motorhome com trailer. No motorhome, enquanto um dirige, é possível que os outros circulem internamente ou façam uma refeição, por exemplo. Já com o trailer, é preciso estacionar para comer ou usar o banheiro.
- Para não perder a memória do trajeto, tome nota dos estados e as cidades na medida em que for viajando, anotando as lembranças de cada lugar.
- Quem decidir por uma viagem mais econômica, tem opções gratuitas de pernoite em lugares como Walmart, Cracker Barrel ou nas highways, com segurança, onde caminhões e RVs são bem vindos.
- Em trechos mais longos, as crianças brincam, comem, dormem e, nos desembarques, já estão descansadas para continuar a viagem no maior alto astral.


Mapa

A - Las Vegas, Nevada
B - St. George, Utah
C - Zion National Park, Utah
D - Hurricane, Utah
E - Kanab, Utah
F - Page, Arizona
G - Kayenta, Arizona
H - Glen Canyon Dam, Lake Powell, Condado de Coconino, Arizona
I - Monument Valley, Utah
J - Blanding, Utah
K - Monticello, Utah
L - Moab, Utah
M - Fruita, Colorado
N - Grand Junction, Colorado
O - Glenwood Springs, Colorado
P - Carbondale, Colorado
Q - Basalt, Colorado
R - Aspen, Colorado
S - Eagle, Colorado
T - Vail, Colorado
U - Beaver Creek, Colorado
V - Breckenridge, Colorado
W - Keystone, Colorado
X - Denver, Colorado

texto e fotos Isabelle Sabbatini

 

 


Assine nossa Newsletter

























Maravilhosa cobertura da Feijoada da Hípica.
Vera Marcelino

Parabéns, a revista está demais!!!! Muito obrigada pela matéria linda e carinhosa sobre o casamentos de minha filha. Vocês são especiais. Muito sucesso sempre
Elinéia M. Moreira Bergo