1ª Oficina de Gestão Pública

Please select a featured image for your post

No dia 27 de março, acontece em Campinas a 1ª Oficina de Gestão Pública, que tem como objetivo agilizar as demandas das Prefeituras em relação ao pleito por recursos federais para diversos projetos, sobretudo os investimentos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

O evento, que acontece no Royal Palm Plaza Resort, será uma reunião de trabalho entre dirigentes de ministérios e de órgãos federais ligados ao crédito, junto com os prefeitos da Região Metropolitana de Campinas.

Também serão realizadas oficinas para discutir com os diversos setores públicos e privados as propostas em andamento e as que ainda estão sendo analisadas pelo governo federal. Combate à crise e empregabilidade terão um enfoque, porém, a tônica será a agilização dos financiamentos que gerarão renda e emprego.

A realização oficina foi idealizada pelo Senador Aloizio Mercadante, líder da bancada de São Paulo no Senado Federal e pelo prefeito de Campinas, Hélio de Oliveira Santos. O encontro contará com a presença de representantes da Casa Civil da Presidência da República, Banco do Brasil, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Caixa Econômica Federal e dos Ministérios das Cidades, Saúde e Esportes.

"O encontro, na verdade, será um marco e um modelo de enfrentamento das questões colocadas pela crise econômica mundial, como o desemprego, buscando saídas plausíveis para o empresariado. Vamos dar o exemplo para o restante do País", afirma o prefeito Hélio de Oliveira Santos.

Além dos prefeitos, representantes dos segmentos econômicos da região e do Estado deverão participar das oficinas propostas pelos órgãos federais. Representantes dos setores eletrônico, o têxtil, o automotivo, o químico e o farmacêutico estarão no evento.

Mutirão da Saúde

Além do evento, ocorrerá um mutirão da Saúde, com a presença de prefeitos dos municípios da RMC e de outras localidades do estado de São Paulo. O objetivo é prestar atendimento às reivindicações de prefeituras nessa área específica. Representantes do Ministério da Saúde prestarão este serviço, identificando problemas na demora da liberação de verbas solicitadas por prefeitos para programas de saúde em seus municípios e agilizando os processos.

 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta