7 milhões de ligações

Please select a featured image for your post

Para comemorar a implantação de 7 milhões de pontos de energia nos estados de São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Minas Gerais, por meio de suas oito distribuidoras, a Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL Energia) escolheu o Residencial Jardim Bassoli, construído no município com recursos do Programa Minha Casa Minha Vida, para comemorar a marca atingida. É no Bassoli, no condomínio L, que reside a moradora Maria Madalena Correia da Silva, cliente que completou o número de atendimentos alcançado pela empresa.

Além de uma placa simbólica que a moradora recebeu do presidente do grupo CPFL Energia, Wilson Ferreira Júnior, e de uma segunda placa descerrada no condomínio para destacar o feito, também foi assinado um termo de compromisso entre o prefeito Pedro Serafim e o presidente da empresa, para consolidar uma parceria no projeto “CPFL nas Escolas”, lançado na mesma ocasião junto ao novo serviço “Conta por e-mail”.

Além do prefeito e do secretário de Habitação e presidente da Companhia de Habitação Popular de Campinas (Cohab-Campinas), Clélio Leme, o presidente da Câmara Municipal, Thiago Ferrari, executivos da CPFL, moradores e demais autoridades também prestigiaram o evento.

Para o prefeito, Pedro Serafim, além da importância da CPFL ter sede no município, os projetos da Companhia atestam a preocupação com a utilização racional de energia e com os clientes. “Campinas pode se considerar um cartão postal para a CPFL, pois tem garantidos o atendimento no setor de energia, parte da iluminação da cidade e facilidades na prestação de serviço, com consciência social”.

Wilson Ferreira Júnior destacou a importância da marca dos 7 milhões de clientes ser comemorada no Bassoli, na região do Campo Grande. “Estamos numa área nova, onde as pessoas podem fixar suas moradias com qualidade de energia e de saneamento. Escolhemos Campinas justamente pelo vínculo que estabelecemos com a cidade. E o consumidor, ao ter acesso à energia, além de outros serviços, tem garantida sua cidadania plena”, destacou o presidente da CPFL. Segundo ele, a empresa conquistou o feito justamente em 2012, ano em que completa 100 anos de existência.

 

 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta