A Famílya Monstro

Estreia dia 1º de setembro no Teatro Amil, em Campinas, o espetáculo infantil A Famílya Monstro, do grupo “A Peste Cia Urbana de Teatro”. Com direção geral e autoria de Pamela Duncan, a montagem traz uma homenagem aos ‘monstros’ de todos os tempos, que foram pessoas ingênuas, com ‘medo’ de se adaptar ao mundo real. “Nesta hilariante história resgatamos personagens como Frankenstein e outros ‘monstros’, de uma forma cômica, com uma pitada de comédia musical”, conta Pamela Duncan.

A peça conta a história de uma menina que se perde num bosque da Inglaterra, com seu irmãozinho bebê. Quando anoitece, começa a chover e ela encontra refúgio no castelo da Familya Monstro, onde um grupo de ‘monstros’ bem engraçados ensaia um divertido show cheio de erros. Mas a Família tem medo dos humanos e por isso nunca se apresenta fora do castelo.

Essa família tão diferente é composta pelo cientista Chico, seu ajudante Igor, o pai Franky e a tecladista e regente Frau Frida, esses são os moradores do castelo, que passam alguns dias sozinhos, porque a mãe levou as crianças para visitar a avó. Os moradores do castelo ficam encantados pela garotinha e aos poucos deixam o medo de lado e integram-na ao coro.

Tudo isto é interrompido pela chegada do ladrão Carlitos Metralha, que pretende roubar um quadro, mas não sabe se a obra de arte tem valor. Todos no castelo se unem e colocam o ladrão para correr.

O dia amanhece e o pai da menina a localiza. A rotina do castelo volta ao normal, com a sensação de que a menina mudou a ideia equivocada que eles tinham dos “Humanos”, e assim decidem sair e cantar numa praça pública com um cartaz: “Familya Monstro”.

 

 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta