Ala Azul

Recentemente, o Centro Infantil Boldrini inaugurou uma nova ala, voltada ao atendimento de jovens adultos portadores de doenças crônicas que continuam seu tratamento no hospital. Batizada de Ala Azul, o espaço cuida de pacientes com anemia falciforme, hemofilia e talassemia, entre outros problemas, que convivem com estas condições para o resto da vida e precisam recorrer a instituição durante as crises, para tratamento, internação e medicação.
“Nós cuidamos da maioria desses adultos desde quando eles tinham meses de vida. Nossa ideia é que eles continuem o tratamento no Boldrini, pois temos todo o histórico desse paciente, e não tenham que procurar por outros hospitais sempre que precisarem”, ressalta Silvia Brandalise, presidente do centro. “Nossa ideia é estruturar uma de nossas alas de internação para atendê-los de uma maneira específica para a idade, já que somos um hospital especializado em pediatria. Pensamos em um ambiente alegre, objetivando desviar o olhar da patologia para o lúdico”, completa.
No novo espaço, o Boldrini conta com médicos clínicos de adultos e equipamentos específicos para o atendimento. As ilustrações do ambiente têm o objetivo de desviar um pouco o sofrimento desses pacientes, já que essas pessoas às vezes são submetidas a longos períodos de internação. 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta