Arritmia cardíaca

Ao falar em cuidados com o coração, muitas pessoas lembram de visitas ao cardiologista como uma das principais medidas para a manutenção da saúde. Porém, o que muitos não imaginam é que a consulta ao médico com uma subespecialidade em particular está se tornando cada vez mais necessária: trata-se do profissional de arritmias cardíacas, doença que atinge 20 milhões de pessoas no Brasil e é responsável pela morte de cerca de 320 mil por ano. Tal é a importância do tema que a Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas (SOBRAC) promove em Campinas, nos próximos dias 23 e 24 de agosto, um evento de educação profissional para a atualização de médicos, enfermeiros e demais profissionais aliados da região.
Desta forma, técnicos em carreiras da área da saúde, como enfermeiros, dentistas, psicólogos, nutricionistas, fisioterapeutas, entre outros, também terão a oportunidade da aprendizagem sobre frentes diagnósticas e melhores práticas de tratamento desta disfunção. “As arritmias hoje são muito comuns na população, atingindo pessoas de qualquer idade, gênero e estilo de vida. Até mesmo atletas e indivíduos considerados saudáveis podem ser afetados por elas. Por isso, é preciso capacitar cada vez mais profissionais, visando o entendimento e atendimento integral dos indivíduos com a doença”, afirma a Priscila Cannavan, coordenadora local da divisão de aliados do encontro.
“Uma das possíveis consequências da arritmia cardíaca é a morte súbita, que pode ser revertida quando o indivíduo comum sabe fazer manobras simples de ressuscitação cardiopulmonar ou possui um desfibrilador externo automático (DEA) a seu alcance. Hoje temos leis municipais obrigando locais públicos a disponibilizar o DEA, com pessoas habilitadas a manuseá-los”, pontua Dr. Jose Carlos Moura Jorge, presidente da SOBRAC. O médico ainda pontua a sua importância, destacando que “mais de 95% das mortes súbitas ocorrem fora do ambiente hospitalar, e que poderiam ser evitadas se houvesse o conhecimento a respeito do que fazer nesses casos. Podemos e queremos salvar mais vidas”, finaliza.
A programação completa do evento pode ser conferida em bit.ly/aliadoscampinas

Confira o vídeo abaixo:
 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!