Bacalhau português

No Brasil, o bacalhau é consumido, geralmente, em épocas específicas do ano, como Páscoa e Natal. Mas em Portugal, o peixe é parte fundamental das refeições, e possui diversas curiosidades. 

O alimento da descoberta do novo mundo
Como não existiam métodos de refrigeração da comida, o bacalhau se tornou parte fundamental das grandes embarcações, pois com os métodos de secagem e salga, era conservado por um longo período de tempo.

Não existe somente um tipo de bacalhau
“Bacalhau” é, na realidade, o nome popular para o Gadus morhua, o tipo mais tradicional e mais consumido. Porém, esse processo de desidratação também pode ser feito com o saithe, o zarbo e o ling. Características como sabor, textura e preço variam entre eles.

Altamente nutritivo
Ao contrário do que muitos possam pensar, esse tipo de peixe possui muitos nutrientes e é de fácil digestão. Rico em fósforo, cálcio, zinco, potássio e magnésio, é um alimento saudável que pode ser consumido sem culpa. O óleo extraído do fígado do animal também é abundante em vitaminas A e D.

Capital do bacalhau
A cidade de Ílhavo, localizada na região do Centro de Portugal, tem uma forte ligação com o alimento. Situada próxima do oceano, a pesca sempre fez parte das atividades e o bacalhau tornou-se intrínseco na cultura e costumes. O prato é tão popular que a cidade dispõe de dois museus que contam sua história.

Onde comprar
Engana-se quem acha que o melhor local para comprar o bacalhau são as peixarias. Os mais aconselhados são as mercearias ou em grandes supermercados, na sessão de comidas salgadas.

Festival do Bacalhau
Este evento acontece em agosto, em Ílhavo, e visa promover a gastronomia tradicional da região entre os mais jovens. Desde 2008, turistas e moradores podem aproveitar diversas atrações musicais, palestras e deliciosos pratos preparados especialmente para a celebração.

Foto: Emanuele Siracusa

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta