Beijo na boca também transmite doenças

Please select a featured image for your post

Contrário do que muitos jovens pensam, beijar na boca também é um meio de transmitir doenças. Ninguém pode negar que um beijo não é bom, mas vale a dica para ficar esperto e não sair beijando vários em uma única noite.

"Beijar na boca pode ser gostoso, mas é importante lembrar o risco de contágios, inclusive de doenças que muita gente acredita ser transmitidas somente pelo sexo. A cavidade oral é considerada, por muitos autores, como reservatório e fonte de infecção de vírus e bactérias", explica o especialista da área de Estomatologia, Paulo de Camargo Moraes, professor da Faculdade de Odontologia São Leopoldo Mandic.

A boca é uma porta de contágio para infecções e doenças, incluindo a transmissão de bactérias que causam cáries até vírus, dentre eles, herpes, papilomavírus humano (HPV) e “Doença do Beijo”. Esta, inclusive, poucos percebem que estão doentes, pois a confirmação só é possível depois de exames laboratoriais e os sintomas são muito parecidos com uma forte gripe: febre persistente de dois a 14 dias, tosse, cansaço, falta de apetite, calafrios, desconforto abdominal e vômitos.

 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta