Brasil no mercado de luxo

Please select a featured image for your post

Nos últimos anos, o Brasil se tornou a “menina dos olhos” das maiores grifes de luxo do mundo que em uma década atrás nem imaginavam entrar no mercado brasileiro. O designer de consumo Maurício Queiroz constata a chegada das grandes grifes em São Paulo . “Chanel, Hermès, Emilio Pucci, Burberry, Louboutin, Carolina Herrera, Marc Jacobs e Celine Goyard chegaram a menos de dois no país em dois shoppings referências no assunto, que são o Iguatemi e Cidade Jardim. O interessante é que além de inaugurarem as lojas, centralizaram as operações no Brasil não ficando a mercê da Europa e EUA”.

Segundo pesquisas do MCF Consultoria & Conhecimento e GFK Brasil, no último ano, o segmento de luxo no Brasil cresceu 22% em comparação a 2009, o equivalente ao dobro de 2006 e muito acima do varejo geral que cresceu 11%. “A expectativa é que o Brasil em 2025 tenha 6% de participação no mercado de luxo global, o que é um número muito relevante e que chega a 63,5 bilhões de dólares”, explica Queiroz.

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!