Campinas Decor 2012

Rica em vegetação e lembranças, a Fazenda Santa Margarida, no distrito de Joaquim Egídio, retoma o glamour vivido nos anos 90, quando foi palco de grandes festas da sociedade e juventude campineiras. Totalmente repaginada, a propriedade abriga de 27 de abril a 17 de junho a Campinas Decor 2012 e traça um novo capítulo em sua história como o cenário de uma das mais espetaculares edições da principal mostra de arquitetura, decoração e paisagismo do interior paulista. Em 16,4 mil metros quadrados de passeio – maior metragem registrada desde a criação da Campinas Decor -, os visitantes da 17ª edição terão a oportunidade de conferir as novidades e tendências do setor em meio ao charme e cultura de uma fazenda centenária localizada a poucos minutos da cidade.

Os amplos jardins, o casarão sede – com seus espaçosos salões e dormitórios, pé direito duplo e uma grande varanda -, a gigantesca piscina de 800 metros quadrados, o mirante, a antiga tulha e outras edificações existentes na fazenda abrigam 48 ambientes internos e externos, preparados por 82 dos principais arquitetos, decoradores e paisagistas de Campinas e região.

São 2,6 mil metros quadrados de área construída e 13,8 mil metros quadrados de área livre, em um passeio que também inclui a oferta de serviços como Restaurante e Café, transformando a Campinas Decor em uma opção imperdível para toda a família. Foram investidos R$ 8 milhões na preparação da mostra, divididos entre a organização, expositores, patrocinadores e fornecedores. A expectativa é atrair 35 mil visitantes.

Outra constante é a sustentabilidade, que se mostra das mais diversas formas, como a ampla utilização de madeira de manejo, sobras de demolição, pisos compostos por pó de pedra e armários com revestimento produzido de garrafas pet.

Os amplos espaços existentes na fazenda também possibilitaram a construção de edificações, nas quais, além de poder expressar melhor seus estilos arquitetônicos, os expositores puderam apostar em sistemas construtivos inovadores, como tetos em vidro, estrutura metálica, tijolos de solocimento e paredes erguidas com madeira de reflorestamento.

O paisagismo é um capítulo à parte. Os jardins e espécies já presentes na fazenda inspiraram os profissionais, que compuseram belíssimos espaços utilizando recursos como piscinas naturais, fontes e espelhos d’água e levaram para a fazenda espécies imponentes – como palmeiras phoenix canariensis e tamareiras-, pleomeles, clusias, camélias, além de plantas comumente encontradas nas casas brasileiras, que retornam à moda, como antúrios e espadas de São Jorge.

O visitante também encontrará elementos inusitados, como uma égua árabe habitando um dos espaços da mostra.

A Campinas Decor 2012 gerou cerca de 1.500 empregos diretos e indiretos no período de obras e outros 150 durante a realização da mostra.

 

 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!