Chef Decor 2019

Transformar amor em sabor é como a chef Graça Gargantini descreve a alquimia que faz na cozinha, relacionando gastronomia e afeto, como aprendeu com a mãe, Antonieta. Isso, somado ao equilíbrio de lidar com a pressão do tempo, técnica, sabor e harmonia entre os pratos, a fez conquistar a preferência dos jurados e foi escolhida a vencedora do Desafio Chef Decor 2019, que reuniu cinco profissionais de arquitetura e decoração de Campinas no terceiro ano da competição gastronômica do segmento. O resultado foi anunciado no dia 12 de novembro. 

O segundo lugar ficou com a designer de interiores Fabiana Oliveira, cuja inspiração foi na chamada cozinha low carb. Além da vencedora e da vice, participaram das provas as profissionais Dani Guardini, Rebeka Domingues e Veridiana Peres.

Em uma competição 100% feminina, lançada no dia 26 de setembro, o Desafio Chef Decor deste ano contou com cinco jantares semanais preparados por cada uma das candidatas nas cozinhas das lojas que apoiaram o projeto.

“Quis transmitir uma história de amor com meus pratos. Queria inspirar os convidados e trazer emoções à mesa. Acho que consegui! Estou muito emocionada e agradecida”, disse a vencedora ao receber o troféu das mãos do organizador do Desafio Chef Decor, o publicitário Lenine Faria, da Prosa Comunicação.

“A cada ano, envolvemos mais marcas e profissionais de peso da cidade e da região. Aqui, gastronomia e decoração, segmentos que fomentam a economia local, andam juntos. Mais do que uma competição, temos orgulho de proporcionar momentos de diversão e conexão entre pessoas, ideias, marcas e novos projetos”, disse Faria durante a cerimônia de encerramento.

Fizeram parte do júri fixo, o chef Emerson Donadon, da Amaô Gastronomia, o designer de interiores, artista plástico, ilustrador e estilista Luís Roberto de Castro Rios e Rosa Jannini, gourmet e organizadora de confrarias gastronômicas. Também compuseram as mesas que analisaram os pratos os ex-chefs Decor Nelson Bergamo, Silvia Cabrino, Fernanda Antunes, Mariana Oliva e Paula Sauer. Votaram, ainda, Mário Segurado, do Grupo RAC, Betty Abrahão, colunista social e presidente da Revista Absoluta, e César Ferreira, gerente do Restaurante Olivetto.

Além disso, as notas foram compostas, embora com peso menor, pela votação realizada nas redes sociais, por meio do engajamento nas páginas de cada competidora. Ponto extra também foi angariado no “Desafio Dalben”, um dos patrocinadores do evento, que propôs votação de um “finger food” de cada uma das participantes na cafeteria.

O menu vencedor
Com a irmã e sous chef Maria José Gargantini, Graça fez todo o menu vencedor em homenagem à memória de sua mãe. Mar de Afeto, Coração de Mãe e Gosto de Saudade foram os inspiradores nomes dos pratos da vencedora. A entrada, Mar de Afeto, trouxe folhas e fundo de alcachofras frescas cozidas no azeite cobertas com camarões salteados e gratinados. O prato principal – Coração de Mãe – apresentou raviólis de massa fresca de funghi recheados de brie e ricota de búfala com molho de creme de leite fresco e cobertos por lascas de pecorino. Gosto de Saudade, a sobremesa, trazia cannoli de doce de abóbora. Todos os pratos foram harmonizados com vinhos italianos, selecionados pela sommelière Natália Cacioli, da Decanter.
 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta