Ciência no coração de Campinas

Please select a featured image for your post

Tudo começou com Hercule Florence (1804-1877). Nascido em Nice, então pertencente à Itália, ele veio ao Brasil e, depois de participar da lendária e polêmica Expedição Langsdorff, acabou se radicando em Campinas. Aqui ele fez pesquisas pioneiras em fotografia, criou uma famosa escola com a esposa Caroline Florence, praticamente introduziu a imprensa e deixou um amplo legado científico.
Foi a gênese do polo científico e tecnológico, que teve a primeira instituição na Estação Agronômica Imperial, de 1887, depois Instituto Agronômico de Campinas, o IAC. Pioneiro, o IAC logo se destacou em pesquisas de diversos produtos agrícolas. Depois vieram a PUC-Campinas, a Unicamp e diversas outras organizações de pesquisa e desenvolvimento.
A ciência e a tecnologia estão no coração de Campinas. Faz parte da alma inovadora da cidade, quando ela é corajosa e sonha o novo. Quando se acomoda ela se torna bem menor.
Pois é o momento de Campinas defender seu patrimônio científico e tecnológico e, generosa, defender a importância da pesquisa e desenvolvimento em todo país. O Brasil não vai se desenvolver realmente se continuar patinando no investimento na área. Pior, ficará ainda mais para trás se confirmadas as sérias ameaças de cortes substanciais em pesquisa e em bolsas de estudo.
Há poucos dias Campinas foi uma das cidades que sediaram o Pint of Science, um dos maiores festivais de ciência do mundo, evento internacional cada vez mais forte. Bares e a fazenda Roseira lotados para a programação que discutiu diversos temas sob a perspectiva científica. Foi uma resposta clara aos arroubos anticientíficos e obscurantistas que estão presentes em determinados setores.
A cidade respira e transpira ciência. Grande parte de sua economia depende disso. Está na sua cultura, no seu jeito de ser. Campinas precisa estar na vanguarda da defesa de maior, muito maior, e não menor, investimento no fazer ciência. Está em jogo o futuro da cidade e do país.
 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta