Ciência, tecnologia e inovação

Please select a featured image for your post

Nesta terça-feira, dia 14, a partir das 8h30, no auditório do CIESP, Campinas recebe o “Projeto de Ciência, Tecnologia e Inovação da Região de Campinas e seus Parques Científicos e Tecnológicos”.

O evento é uma realização da Unicamp, por meio de sua Agência de Inovação, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, com apoio da Prefeitura de Campinas, por meio da Secretaria de Comércio, Indústria, Serviços e Turismo.

A programação dos seminários leva em consideração as potencialidades institucionais do estado de São Paulo e especialmente da região de Campinas. Ela visa possibilitar a elaboração de um projeto que seja coerente com a realidade loco-regional e que possa efetivamente contribuir para o seu desenvolvimento científico, tecnológico e sua capacidade de gerar inovação, o que impacta fortemente, de maneira direta e positiva, no desenvolvimento socioeconômico.

Segundo o coordenador do evento, Prof. Eduardo Gurgel do Amaral, o projeto está em desenvolvimento há mais de um ano e durante o evento serão apresentados os resultados das pesquisas de mapeamento feitas em 90 cidades, para que sejam estabelecidas as diretrizes para o futuro. “Reuniremos representantes do poder público, instituições de pesquisa e empresas, promovendo uma integração que formará uma rede base de sustentação para esse projeto, definindo, em conjunto, as diretrizes para o desenvolvimento dos polos de alta tecnologia de Campinas e região”, explicou.

Ainda segundo o professor, esta é uma forma de incluir a sociedade neste projeto, que tem base no conhecimento e educação e promove a valorização dos polos de alta tecnologia por meio de um trabalho de integração e troca de conhecimento.

Para o secretário de Comércio, Indústria, Serviços e Turismo, Rui Rabelo, a oportunidade de aprofundar este tema é um dos caminhos para melhorar a educação, saúde e o nível socioeconômico. “Campinas e São Paulo são os dois polos tecnológicos reconhecidos pela Organização das Nações Unidas na América Latina e a sociedade precisa se apropriar disto. Por isso queremos criar o conceito de cidade do conhecimento influenciando as gerações atuais e futuras, na trilha da tecnologia”, completa.

 

 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!