Citroën C5

Inovar em conceitos é a mais marcante característica da Citroën. De forma geral, seus produtos sempre oferecem diferenciais em relação a seus concorrentes. E no sedan C5 não é diferente. O C5 é um sedan de alta tecnologia, com linhas modernas e muito conforto. O foco de vendas da Citroen para esse produto é uma clientela seletiva e exigente, formada basicamente por homens casados e com filhos, na faixa etária entre 40 e 59 anos.

Estilo

Com um desenho muito marcante, o C5 tem um visual levemente insinuante e muito moderno, evoluindo as linhas do Citroën C4. Os destaques são os faróis dianteiros. O desenho lembra bumerangues estilizados, em alusão ao logotipo da marca, o chevron. Sua longa carroceria, com detalhes de estilo e uma traseira imponente, também com lanternas em formato de bumerangue, fazem do C5 um sedan diferente da rotina.

Interior

Conforto é a palavra chave nesse sedan. É evidente a evolução da qualidade dos materiais do acabamento interno nessa geração do C5. Não é só bonito, mas também aconchegante, sempre com um estilo moderno. O espaço interno é excelente para quatro pessoas. Até mesmo um quinto passageiro no centro do banco traseiro viaja com relativo conforto. Uma curiosidade é o revestimento dos bancos. Segundo a Citroën, e para maior conforto térmico, os bancos, que são forrados parcialmente em couro, tem acabamento em veludo nas áreas em contato com o corpo.

A visibilidade também agrada, em função do enorme para-brisa dianteiro. E graças ao pára-brisa traseiro côncavo, o C5 consegue oferecer mais espaço no porta-malas, com 439 litros de bagagem. Esta arquitetura ainda permite otimizar a facilidade de carregamento.

Equipamentos

Esse é o ponto alto desse sofisticado sedan francês. É difícil não encontrar algum tipo de equipamento disponível. Certamente, a tecnologia embarcada faz toda a diferença nesse carro.

A atual geração do C5 vem equipada de volante com comandos centrais fixos de segunda geração. Os comandos de direção (limitador e regulador de velocidade, gestão do computador de bordo) e os comandos de conforto utilizados pelo motorista (rádio, telefone, comando da tela central) são acessíveis mantendo as mãos sobre o volante e visíveis ao primeiro olhar. Marcas táteis colocadas permitem também utilizar estes comandos sem deixar de olhar a estrada. As teclas são integradas debaixo de uma fina pele de silicone, oferecendo um toque agradável. Os comandos de buzina foram duplicados e implantados de cada lado do airbag para uma melhor acessibilidade.

Os mostradores do painel também contam com nova organização. As informações ligadas à direção, como os dados necessários à condução e funcionamento são agrupados na matriz central, bem a frente do motorista.

Já as informações destinadas aos passageiros, como as “de conforto” (multimídia, hora, temperatura) são exibidas no display central do painel. Ainda há espaço para informações importantes como cintos não afivelados, indicadas num display próximo ao espelho retrovisor.

O mostrador principal, posicionado a frente do motorista conta com três relógios circulares. Eles possuem ponteiros anulares. Graças a pequenas engrenagens, eles giram em torno do relógio sem atravessá-lo. Esta tecnologia permite melhorar a legibilidade dos displays situados no centro do relógio.

Os faróis dianteiros também impressionam pela alta tecnologia. Eles contam com iluminação Xenon, inclusive para o farol alto. Além disso, incorporam facho direcional. Dessa forma, toda vez que o motorista faz uma curva, o facho do farol pode girar horizontalmente em ângulos que variam de 8º a 15º, acompanhando o movimento e melhorando o campo visual. E esta iluminação dinâmica é associada a uma luz de ângulo, complementar ao feixe direcional nas curvas muito fechadas e em manobras em estacionamento quando a velocidade é inferior a 40 km/h. O ângulo coberto em baixa velocidade é de 105 graus.

Não faltam recursos para auxilio a condução. O C5 contam com sistema de ajuda ao estacionamento (dianteiro e traseiro), com indicação da distância do obstáculo na tela multifunções e avisos sonoros. Isso facilita muito em manobras de estacionamento, afinal o C5 é um carro grande com 4,78 m de comprimento e 1,86 m de largura.

E para quem pode se intimidar com o tamanho do C5 nas balizas, o carro inclui uma ajuda a mais, com o sistema de ajuda à baliza. Este equipamento ajuda o motorista na procura por uma vaga de estacionamento, informando-o assim que o tamanho da vaga esta de acordo com o carro. Para isso, basta  o motorista apertar o botão (P) no painel. Em seguida, indica-se o lado a ser medido, ativando seu pisca-pisca esquerdo ou direito. Ai, basta avançar ao lado da fila de veículos, numa velocidade inferior à 20 km/h. A medição termina quando a frente do veículo passa pela vaga de estacionamento (os espaços abaixo de 3 m e acima de 8 m não são considerados). Logo depois, uma mensagem acompanhada por um bip sonoro é exibida na tela multifunção, para informar o motorista do resultado: estacionamento “possível”, “difícil” ou “não aconselhado”.

Para mais conforto, o freio de mão é elétrico. Ele regula automaticamente a força de aperto necessária à imobilização do veículo e é acionado por meio de um comando posicionado no console central. Ele é automaticamente acionado quando o motor é desligado, e automaticamente solto quando o motorista acelera na partida.

E ainda tem muito mais. O modelo traz de fábrica, bancos dianteiros com regulagem elétrica. São seis regulagens propostas para motorista e passageiro: altura, inclinação do assento e distância longitudinal; inclinação da base do encosto; inclinação da parte superior do encosto; inclinação da parte superior do encosto e apoio lombar. O motorista ainda conta memória da posição de condução. São duas posições programáveis para ajuste do banco do motorista incluem também a posição dos espelhos retrovisores externos e climatização (temperatura e fluxo de ar). Um importante diferencial nos bancos dianteiros é a regulagem do ângulo de inclinação do encosto de cabeça, que permite adotar uma posição mais ergonômica, adaptada perfeitamente à parte traseira da cabeça. O motorista pode assim inclinar seu encosto sem afastar seus ombros da poltrona, enquanto o passageiro pode adotar uma posição mais relaxante. 

O sistema de ar-condicionado é automático e digital com dupla zona. Ele também conta com um detector de poluição acoplado à recirculação automática do ar, presente no interior.

E ainda sobra espaço para o sensor de chuva no pára-brisa, espelho retrovisor interno eletrocrômico e computador de bordo realmente completo (todas as funções necessárias como temperatura externa, consumos instantâneo e médio, velocidade média, autonomia e distâncias percorrida e de chegada).

Segurança

Como é de costume, um item que sempre tem atenção especial da Citroën é a segurança, tanto a ativa quanto à passiva.

Para uma segurança passiva realmente otimizada, nove airbags foram instalados. O motorista e o passageiro dianteiro são protegidos por airbags frontais e laterais. Do lado do motorista, o airbag frontal é otimizado na sua forma graças à parte central fixa do volante. Um airbag de joelhos aumenta a proteção das pernas do motorista (tíbias e joelhos), minimizando o impacto dos mesmos contra a coluna de direção. Dois airbags cortina asseguram a proteção da cabeça dos passageiros dianteiros e traseiros. Os passageiros dos lugares traseiros contam também com airbags laterais.

O carro ainda traz de série a mais recente geração de ESP, cujo funcionamento de resposta foi maximizado. Somado aos freios com ABS, Repartidor Eletrônico de Frenagem (REF) e Auxílio à Frenagem de Emergência (AFU), o ESP corrige automaticamente a trajetória tornando o C5 muito seguro em condições emergências. Este ESP inclui também um controle de frenagem parcial nas curvas e uma função “secagem das pastilhas de freio” para otimizar a reação dos freios em caso de tempo chuvoso. Sua ativação é ligada aos limpadores de pára-brisa. E pra completar o pacote, ainda existem os sensores de perda de pressão dos pneus.

Suspensão

O Citroen C5 proporciona um nível de conforto inigualável, principalmente em matéria de absorção de irregularidades e trepidações. Tudo isso graças a exclusiva suspensão de princípio hidráulico, Hydractive III Plus ( que dispensa o uso de molas e amortecedores). Esta suspensão permite uma auto-adaptabilidade da altura do veículo em função da velocidade, do estilo de condução e do estado da estrada. Do início do deslocamento até 70 km/h, a altura do veículo sobe 13 mm, retornando à sua altura de referência entre 70 e 110 km/h. A partir de 110 km/h, a altura do C5 é rebaixada em 15 mm na frente e 11 mm na traseira, permanecendo nesta posição até que a velocidade seja reduzida abaixo de 90 km/h.

Na atual geração do C5 (em relação a anterior) a principal diferença está na lógica de mudança de estado, privilegiando mais freqüentemente o estado macio em relação ao estado firme, sempre visando um melhor conforto.

Um modo “esporte” também pode ser selecionado por meio de um comando no console central. Ele permite ao motorista selecionar um estilo mais dinâmico, deixando o carro um pouco mais duro.

Motor e câmbio

Depois de tantas qualidades, era normal uma deficiência. O motor que equipa o C5 é o conhecido 2,0 litros – 16 válvulas (somente à gasolina) que desenvolve apenas 143 cavalos de potência, com torque máximo de 20,4 Kgfm a 4.000 rpm. E este motor está associado a uma caixa de câmbio automática auto-active de apenas 4 marchas.

Esse conjunto de transmissão oferece dois modos de utilização: um automático auto-adaptativo, para pleno conforto; e outro ativo, com comando seqüencial. Ainda no modo automático auto-adaptativo, o motorista pode escolher entre três programações sendo: piso escorregadio, normal ou esportivo.

Porém, mesmo com esses recursos, o desempenho do C5 deixa bastante a desejar. Considerando seu grande peso de 1.583 kg, o conjunto motor e câmbio é na melhor das hipóteses, regular. A Citroen não informa números de velocidade máxima, e nem aceleração de 0 à 100 km/h. Porém, é evidente que o C5 tem desempenho inferior e muitos carros equipados com motor 1,8 litro e até mesmo comparável a veículos de motor 1,6 litro. Em resumo, o C5 é ideal pra quem quer curtir a paisagem com conforto.

Dirigibilidade

Segundo a Citroen a carroceria foi objeto de um grande cuidado para evitar a entrada de qualquer ruído vindo de fora. Os ajustes entre as peças foram feitos com maior rigor para obter um isolamento acústico de alto nível. Além disso, o C5 conta com vidros folhados acústicos no pára-brisa e nos vidros laterais. Eles também contribuem para o isolamento acústico.

Preço e concorrentes

O sedan Citroën C5 está disponível apenas na versão Exclusive, num pacote único pelo preço sugerido de R$ 103,8 mil. O único opcional é o teto-solar elétrico por R$ 4 mil. Os prováveis concorrentes para o Citroën C5 são Ford Fusion, Volkswagen Passat, GM Malibu e Honda Accord.

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!