Como saber se alguém está sofrendo um AVC?

Please select a featured image for your post

O Hospital Santa Paula acaba de lançar a “Cartilha do AVC”. O projeto faz parte da divulgação da UTI Neurológica, que será inaugurada no próximo mês, e traz informações sobre como prevenir e identificar sintomas de um acidente vascular cerebral, popularmente conhecido como derrame.

Segundo a neurologista e coordenadora da nova UTI, Renata Simm, há dois tipos de AVC (derrame): isquêmico e hemorrágico. “Enquanto no primeiro caso ocorre uma parada súbita da circulação de sangue em uma parte do cérebro, no outro acontece um sangramento. Nos dois casos, entretanto, o paciente deve ser levado rapidamente a um hospital, já que o tempo é fundamental para se ter um melhor resultado, sem sequelas”.

O atendimento especializado aumenta as chances do paciente. “Se uma pessoa receber a medicação adequada dentro de até três horas a partir dos primeiros sintomas, as chances de tratamento do AVC isquêmico são bastante promissoras”, diz Renata.

Os sintomas do AVCI e do AVCH variam um pouco, de acordo com a neurologista. “No acidente vascular isquêmico, a pessoa pode sentir perda de força em um braço, numa perna ou em ambos; pode entortar a boca e ter dificuldade para falar; perder a coordenação motora; e ainda sentir formigamento num lado do corpo. No tipo hemorrágico, além dos sintomas já descritos, geralmente a pessoa sente uma súbita e intensa dor de cabeça, podendo apresentar vômito e desmaio”.

Os fatores de risco para o AVC são hipertensão arterial, diabetes, colesterol alto (dislipidemia), tabagismo, arritmia cardíaca e histórico familiar.

 


Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta