Crianças em perigo

Após analisar 82 peças de 12 marcas diferentes, em Pequim, o Greenpeace divulgou que foram detectados produtos químicos nocivos à saúde em roupas infantis comercializadas por grandes marcas, entre elas, Nike, American Apparel, Gap, Disney, Burberry e Adidas. 
O Greenpeace pediu à China, o maior produtor têxtil e primeiro consumidor de produtos químicos do mundo, para parar de usar substâncias químicas na indústria têxtil. "Os pais que querem comprar para seus filhos roupas sem produtos químicos perigosos enfrentam um pesadelo", afirmou Chih Um Lee, da ONG.
 
Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!