Cuidado com o AVC

O Dia Mundial de Combate ao Acidente Vascular é celebrado no dia 29 de outubro e foi criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em parceria com a Federação Mundial de Neurologia, com o objetivo de alertar a população sobre os riscos do Acidente Vascular Cerebral (AVC)  e como se prevenir contra a doença.
Segundo o neurologista Sandro Matas, nos últimos anos houve uma redução na incidência do AVC na população brasileira. “Essa diminuição ocorreu por conta da intensa mobilização nacional contra o hábito do tabagismo. Porém, em locais de condições socioeconômicas ruins, houve tendência de estabilização e até aumento da incidência, pois há dificuldade da população em ter adequado controle de suas doenças crônicas”, afirma.
Sandro afirma que procurar o pronto-socorro assim que identificar os primeiros sintomas pode ser decisivo para o quadro. No hospital, pode-se identificar o tipo de AVC, se isquêmico ou hemorrágico, e adotar medidas de tratamento imediato. O tempo é fundamental para preservar a vida e reduzir as sequelas. Estudos apontam que, quanto mais rápido a pessoa recebe o tratamento adequado, maiores são as chances dela se recuperar. O ideal é que a busca por um atendimento médico de emergência não ultrapasse 4h30, desde o início dos sintomas.

Fique atento aos sintomas

Os sintomas da doença costumam ser paralisia súbita de braços ou pernas, perda de força, alteração da fala, dores de cabeça persistente, perda de equilíbrio, alterações visuais e alterações de consciência.

Como prevenir o AVC?
As dicas para prevenir o risco da doença são reduzir o consumo de comidas muito pesadas e bebidas alcoólicas, adotar hábitos alimentares saudáveis, realizar atividade físicas regularmente, ter controle do peso corporal, controlar a hipertensão e doenças do coração, e não fumar. 
Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta