Dependência de drogas começa cedo

Please select a featured image for your post

Uma pesquisa realizada pelo Centro de Referência em Álcool, Tabaco e Outras Drogas (Cratod), órgão ligado a Secretaria de Estado da Saúde, aponta que 40% dos jovens atendidos começaram a usar drogas entre os sete e os 11 anos. O estudo foi realizado entre 2007 e 2009 com 112 jovens, de 12 a 18 anos, que são atendidos no Cratod.

Segundo a pesquisa, cerca de 33% dos usuários com 11 anos disseram estar fora da escola e 91% dos estudantes do último ano do Ensino Médio apresentaram defasagem escolar. “Quanto mais cedo os jovens passam a consumir drogas maiores as chances de adquirirem dependência química. A falta de interesse na escola, absenteísmo e comportamentos disfuncionais, como agressividade e isolamento, são inerentes ao envolvimento com essas substâncias”, explica o psicólogo Wagner Abril Souto, autor da pesquisa e coordenador do Programa de Adolescentes do Cratod.

Do total de entrevistados, 57% afirmaram ter sido o tabaco a primeira droga a ser consumida. A maconha aparece em segundo lugar na escolha dos adolescentes com 51%; em seguida o álcool, com 38%; os inalantes, com 18%; a cocaína, com 17%; e, por último, o crack, com 10%.

“O estudo revela uma tendência dos jovens a optarem primeiramente pelas drogas consideradas lícitas, fato explicado pela maior facilidade de acesso. Normalmente, o primeiro contato acaba ocorrendo dentro da própria casa, por meio de familiares ou amigos próximos. Muitas vezes, os jovens em recuperação têm outras pessoas da família também em tratamento de combate à dependência”, afirma Souto.

 

 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.