Dia Mundial da DPOC

Neste dia 18 de novembro, é celebrado o Dia Mundial da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica, conhecida como DPOC, seu principal causador é o tabagismo, considerado responsável por 90% dos casos. Até 2020, a DPCO deverá ser a terceira doença que mais mata no mundo, segundo dados da OMS (Organização Mundial de Saúde).
A patologia, de evolução lenta e progressiva, desenvolve-se a partir da exposição prolongada dos brônquios às substâncias tóxicas contidas nas fumaças das mais variadas origens, como queima de produtos químicos, exaustão de diesel dos automóveis, utilização de fogão a lenha e principalmente à inalação ativa e passiva da fumaça dos cigarros, que gera 85% das mortes pela doença, de acordo com oMinistério da Saúde.
Quem não fuma também está sujeito a sofrer com a doença, pois segundo pesquisas do INCA (Instituto Nacional de Câncer), a fumaça liberada da ponta do cigarro ao se misturar ao ambiente, contém em média três vezes mais nicotina e monóxido de carbono e até 50 vezes mais substâncias cancerígenas do que a fumaça inalada pelo fumante.
"A DPOC dá sinais discretos no início. Sentir falta de ar em atividades simples como subir escadas, praticar atividades físicas e o pigarro do fumante são alguns exemplos",alerta Oliver Nascimento, médico da Disciplina de Pneumologia da Escola Paulista de Medicina/Universidade Federal de São Paulo.
A doença não tem cura, mas existem tratamentos que ajudam a amenizar os sintomaspor meio de medicamentos broncodilatadores de diferentes tipos, que devem ser utilizados de acordo com o grau da patologia.   
Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta