Dificuldade de engravidar

A dificuldade em gerar um bebê desperta muitos questionamentos e temores no casal que sonha em ter filhos e formar uma família. A ginecologista e obstetra, Carla Iaconelli, esclarece as principais dúvidas sobre o assunto. Confira:

Quais são os exames para diagnosticar a infertilidade?
Após a consulta com anamnese e análise física, o especialista poderá solicitar alguns procedimentos para identificar a causa da infertilidade e iniciar um tratamento. Os principais, segundo Carla, são tipo sanguíneo, fator Rh, cariótipo e sorologias para o casal, além de outros específicos para cada sexo.

Quando considerar a infertilidade?
De acordo com a ginecologista, o problema se caracteriza pela ausência de gravidez após um ano de vida sexual ativa, sem o uso de métodos contraceptivos. Dessa forma, se após este período de tentativas não se alcançar sucesso na gravidez, deve avaliar as causas da infertilidade junto aos especialistas. “Para os casais em que a mulher tem 35 anos ou mais, o prazo reduz para seis meses de tentativas”, explica Carla.

Quais são as principais causas?
Para as mulheres, são idade – a partir dos 35 anos, as chances de uma mulher engravidar caem de forma expressiva e, continuam diminuindo até os 45 anos – , endometriose, ovários policísticos e problemas na ovulação. Já para os homens, as causas incluem problemas na produção de espermatozóides, problemas hormonais, criptorquidia e varicocele.

Existe prevenção?
“As recomendações para prevenir a infertilidade são muito parecidas em ambos os sexos”, afirma a médica. No caso dos homens, a especialista aconselha evitar a exposição a produtos químicos prejudiciais, tabagismo, álcool e infecções sexualmente transmissíveis. Também é recomendado tomar cuidado com estresse térmico de roupas íntimas apertadas e esteroides anabolizantes. Por sua vez, as mulheres devem, antes de tudo, ter um estilo de vida saudável, com alimentação balanceada e exercícios físicos regulares, além de acompanhamento médico, tratar doenças preexistentes e fazer check-up ginecológico anual.

Quais são os tratamentos?
Entre os principais, Carla ressalta a relação sexual programada, indicada para mulheres que têm problemas na ovulação; inseminação intrauterina, para o homem que tem uma alteração de leve a moderada no sêmen; e fertilização in vitro (FIV), recorrida em diversos casos, entre eles, as alterações tubárias, endometriose, baixa qualidade dos óvulos e alterações importantes do sêmen.

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta