Doce sabor


A sorveteria da Confeitaria Romana elaborou mais uma novidade para o verão 2012.  O ”Andaluz ” traz em sua composição, além dos ingredientes tradicionais, cravos da Índia e canela. Maria Auxiliadora, técnica alimentícia da Romana, revela que esses ingredientes foram colocados para dar ao doce um sabor mais leve e romântico, que remeta o consumidor aos sabores e vivencias de sua infância.

Na Confeitaria Romana, os sorvetes são preparados nos moldes da sorveteria tradicional italiana. Nela, ele é feito com uma massa mais densa que ajuda a evidenciar o sabor. Segundo Auxiliadora, outro ponto que ajuda neste quesito é a diminuição dos cristais na elaboração do doce: ” Podemos dizer que um sorvete está ligado a uma lei física que diz: quanto mais rápido for o batimento e maior for a cadeia de frio, menor serão os seus cristais. Essa é a ideia do sorvete italiano. Essa é uma maneira de utilizarmos a tecnologia para favorecer nosso paladar”.

Os sorvetes artesanais da Confeitaria Romana são servidos somente na unidade de Barão Geraldo.

 

 

 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta