Ecos do Bosque

Please select a featured image for your post

Amanhã, um grupo de voluntários finaliza os preparativos para o desenvolvimento do projeto de educação ambiental "Ecos do Bosque" durante este ano no Bosque dos Jequitibás. Com este programa, realizado na mais importante área verde da região central da cidade, cerca de 500 estudantes por mês serão beneficiados.

De acordo com a coordenadora do Bosque dos Jequitibás, Eliana Ferraz, os voluntários são alunos de cursos técnico ambiental e de biologia e já foram treinados no local. Durante um mês de treinamento, os voluntários receberam informações sobre a diversidade da fauna e flora existentes na área verde, para enfatizar a importância de preservação do meio ambiente aos participantes do projeto. Eles também percorreram trilhas na floresta existente no local, onde as crianças e adolescentes desenvolverão atividades pedagógicas.

No encontro será também definida a data da primeira edição do programa no ano, o que deverá ocorrer ainda este mês. O projeto beneficia meninos e meninas, na faixa de 7 a 15 anos de idade, pertencentes às escolas municipais, estaduais, particulares e de entidades assistenciais de Campinas e região.

Multiplicadores
Conforme a coordenadora, o objetivo do programa é formar crianças e adolescentes como multiplicadores conscientes de preservação do meio ambiente e seus recursos. "Por meio desse trabalho é possível formar nas crianças uma base importante de informações sobre os animais, plantas e demais cadeias que compõem a natureza" enfatizou.
As crianças e adolescentes passam o dia no local mantendo contatos com a flora e fauna e recebendo orientações sobre as espécies de vegetação, os animais soltos e os que convivem nos recintos do zoológico.
A equipe do projeto procura sempre fazer uma relação entre as instruções que os alunos receberam nas escolas e o que existe de fato no Bosque dos Jequitibás. "Com isso, temos certeza que o aprendizado e a conscientização sobre a importância da preservação do meio ambiente será bem maior", explicou Eliana.
A coordenadora foi uma das idealizadoras do projeto há mais de 11 anos, com ações que se estendem também para grupos especiais de pessoas, como portadores de necessidades e idosos. O trabalho possui um trajeto programado dentro do parque, sempre enfatizando os animais e as plantas. Segundo ela, o grupo de voluntários recebe uma média de dez escolas por semana, sendo uma unidade por período. Cerca de 300 alunos do ensino infantil ao médio passam por dia no Bosque dos Jequitibás.
As direções dos estabelecimentos de ensino e entidades filantrópicas que desejarem participar do programa devem fazer o pedido na coordenação do Bosque pelo telefone 3386-8873.

 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta