Eleições 2014

Ontem, dia 26 de outubro, cerca de 112 milhões de brasileiros foram às urnas para decidir o futuro do país nos próximos quatro anos. Na disputa em segundo turno, considerada a mais acirrada desde 1989 – ano em que o Brasil voltou a ter eleições diretas para presidente -, Dilma Rousseff (PT) venceu Aécio Neves (PSDB) com 51,64% dos votos e foi reeleita presidente da República.
O resultado da votação, apurado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), foi confirmado às 20h30, quando já não havia mais possibilidade matemática de virada do candidato tucano.
Dado o resultado, Aécio e Dilma fizeram pronunciamentos, em Brasília e Belo Horizonte, respectivamente. Durante o discurso, o a presidente reeleita, ao lado do ex-presidente Luiz Inácio “Lula” da Silva e de outros líderes do Partido dos Trabalhadores, agradeceu a todos os brasileiros e afirmou que irá priorizar a discussão com o Congresso e com a sociedade sobre uma reforma política.
Já Aécio, disse ter cumprimentado a candidata reeleita por telefone e enfatizou ainda que a prioridade é unir o Brasil.
Com a vitória, o PT deve chegar a 16 anos de poder no cargo máximo do país, somados desde a eleição de Lula, em 2002.

Principais propostas
Durante a campanha, Dilma apresentou diversas propostas, as quais deverão ser cumpridas em seu segundo mandato. Para a saúde, por exemplo, a presidente quer expandir o Programa Mais Médicos, ampliar a rede de Unidades de Pronto Atendimento (UPA), além de melhorar o atendimento na rede de saúde; na Educação, Dilma prometeu a universalização da educação infantil de 4 a 6 anos, ampliação da rede em tempo integral, bem como a disponibilização gradativa de 75% dos royalties do petróleo para o setor; para a Segurança, a petista afirmou que irá ampliar a presença do Estado em territórios vulneráveis através do incentivo à adesão dos estados aos programas “Brasil Seguro” e “Crack, é possível vencer”, criar a Academia Nacional de Segurança Pública para formação das polícias em conjunto e fortalecer a ação de combate às ações criminosas; e, para a Economia, a presidente prometeu fortalecer a política macroeconômica sólida, a fim de proporcionar um crescimento econômico sustentável.

A criação da Casa da Mulher Brasileira em todas as capitais dos estados também está entre as propostas. O objetivo será integrar o Judiciário, Ministério Público e Executivo, a fim de combater a violência contra mulher – tema muito apresentado por Dilma na campanha eleitoral.
Agora, cabe aos cidadãos cobrá-la para que esses e outros compromissos firmados sejam efetivamente cumpridos.
 
Pleito em Campinas
Se dependesse apenas de Campinas, Aécio Neves teria sido eleito presidente. Isso porque 61,61% dos eleitores da cidade – que somam 807 mil – votaram a favor do candidato do PSDB. Segundo o TSE, Aécio foi o mais votado em seis das sete zonas eleitorais; apenas a região do Ouro Verde preferiu Dilma Rousseff.
Na cidade, 169.942 eleitores de abstiveram de votar, ou seja, 21,06%. Já votos brancos e nulos somaram 7%, sendo 13.584 brancos e 31.050 nulos.
Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!