Em busca do corpo perfeito

Pela primeira vez no topo do ranking mundial, o Brasil ultrapassou os Estados Unidos e se tornou líder no número de cirurgias plásticas. A pesquisa, encomendada pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS) e realizada pela Industry Insights, apontou que no ano de 2013, foram feitos mais de 2 milhões de procedimentos no Brasil. Deste valor total, 1.491.720 foram cirurgias plásticas e 649.535 procedimentos estéticos. Dentro das intervenções mais realizadas no país estão: lipoaspiração (227. 895), aumento de mama por prótese de silicone (226.089), mamoplastia (139.835), abdominoplastia (129.600) e blefaroplastia (116.848). Nos Estados Unidos, o vice-líder, foram feitas 1.452.355 cirurgias plásticas e 2.544.275 procedimentos estéticos.
Segundo o presidente mundial da ISAPS, o cirurgião plástico brasileiro Dr. Carlos Uebel, esta pesquisa foi dirigida a mais de 30 mil cirurgiões plásticos de 83 países.
Já entre os procedimentos não cirúrgicos, conhecimentos também como minimamente invasivos, o Brasil fica com a segunda posição e os Estados Unidos com o primeiro lugar. No ano passado, foram realizados mais de 600 mil de procedimentos estéticos aqui no Brasil: toxina botulínica (308.184), preenchimentos faciais (140.984), depilação a laser (71.149), rejuvenescimento facial (61.188) e peeling químico (53.307), e nos Estados Unidos, foram mais de 2 milhões e meio de procedimentos estéticos: toxina botulínica (1.271.738), preenchimentos faciais (614.772), rejuvenescimento facial (287.883), peeling químico (182.211) e depilação a laser (167.676).
A pesquisa será discutida durante o 22º Congresso da ISAPS, que acontece de 19 a 22 de setembro, no Rio de Janeiro.

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!