Emirates em expansão

A companhia aérea Emirates Airline ampliará sua frota em 2009, recebendo 18 novas aeronaves que aumentarão em 14% a capacidade de transporte de passageiros e em 17% o transporte de cargas.

As novas aquisições permitirão a ampliação das frequências para as rotas já existentes e inicie rotas para outros destinos. Aumenta a oferta de vôos e há redução no tempo entre as conexões nos principais mercados da empresa.

A frota atual da empresa é constituída por 129 aeronaves de grande capacidade e longo alcance. Até o final de março, esse número subirá para 132, incluindo quatro superjumbos Airbus A380. Até 2010, a companhia aérea receberá mais sete A380, dez Boeing 777-300ER, um 777-200LR e um Boeing 777 cargueiro.

A África e o Oriente Médio são os mercados que registraram maior crescimento para a Emirates, batendo o recorde de 17% e 6%, respectivamente, nos últimos 12 meses. A companhia adicionou um segundo vôo diário a Lagos e, a partir de outubro de 2009, iniciará a rota Dubai-Durban.

Em janeiro, a Emirates anunciou um vasto plano de expansão no Oriente Médio, elevando o número de assentos disponíveis para 50 mil, com um total de 180 vôos semanais. Além disso, desde novembro, a empresa implantou mais 32 vôos semanais na Índia, aumentando a oferta na região para um total de 167 vôos semanais.

Los Angeles e São Francisco, as rotas mais recentes da empresa, passarão de três para sete frequências semanais. Os vôos diários começarão a partir de maio de 2009 e adicionarão mais 2 mil assentos semanais aos 1.600 já existentes, aumentando a oferta em mais de 100%.

Brisbane e Melbourne, na Austrália, receberam vôos diários adicionais, elevando para 63 o número total de vôos semanais. Ainda este ano, a oferta de vôos para Sidney será ampliada para três freqüências diárias. Houve também o lançamento da rota Dubai-Sidney-Auckland, a primeira operação comercial do A380 na Nova Zelândia, que passará a ter vôos diários a partir de maio.

Nos últimos meses, Milão passou a receber dois vôos diários; as freqüências para Istambul foram ampliadas para 11 vôos semanais; os vôos Larnaca-Malta passaram a ser diários e as frequências para Nice aumentaram para cinco semanais. De acordo com os planos da empresa, o serviço para Moscou e Atenas também aumentará, passando para dois vôos diários até o final de março.

"Nos últimos cinco anos, a Emirates teve recordes de crescimento anual que chegaram a 20%", informa o Sheik Ahmed bin Saeed Al-Maktoum, presidente e CEO da Emirates Airline e Grupo Emirates. "Somente nos últimos dois anos, lançamos 11 novas rotas para transporte de passageiros e três rotas exclusivas para transporte de cargas. Em 2007, com o lançamento da rota Dubai-São Paulo, nos tornamos a primeira – e única – empresa aérea a servir seis continentes em vôos non-stop partindo de uma única conexão".

 

 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!