Espaço dos pequenos

Um dos grandes desafios das mães é decidir a decoração do quarto do bebê. São tantas ideias e detalhes que, muitas vezes, fica difícil saber até mesmo por onde começar. Segundo a decoradora Ellen Silveira, o primeiro passo é pensar no papel de parede, que garante aconchego e conforto ao ambiente. “Na maioria das vezes, o cliente sinaliza tons ou temas específicos e a escolha do item é feita em cima desses pilares. Depois disto que se escolhem os móveis e os tecidos”, explica.
A especialista aconselha as mães que ainda estão em dúvida a priorizar matizes mais claros e suaves, como os pastéis, para proporcionar um local tranqüilo para o sono e dia a dia do bebê. Ela também ressalta que é comum encontrar atualmente papéis em todo o quarto. “Mas, caso resolva usar em uma parede específica, é importante escolher aquela de maior destaque, como a do berço ou da cama da babá”, orienta.
Para a aplicação do produto escolhido, a superfície deve estar nivelada. Deve-se passar um pano úmido para que a parede fique limpa e livre de pó. E o processo de colocação deve ser feito por um profissional. “Ele irá assessorar para que os desenhos e estampas sejam casados e que as emendas fiquem perfeitamente ajustadas, além de evitar o desperdício e compra desnecessária de material”, afirma.
Para garantir durabilidade maior do papel de parede, deve-se colocá-lo em um local livre de umidade, mofo, pó ou sujeira constante, evitar que ele fique exposto ao sol e fazer a limpeza apenas com espanador ou aspirador de pó. Panos úmidos e detergentes só devem ser usados em papéis vinílicos, que são mais resistentes. 
Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta