Fluência em inglês

Já não é novidade que a fluência em inglês é cada vez mais necessária para o sucesso na carreira. Só que é importante lembrar que isso vai muito além da habilidade de falar para poder se sair bem em uma entrevista de emprego. Com a economia em globalização constante em um mundo digital, ganha destaque a demanda por profissionais capazes de trocar informações com colegas, clientes e outras pessoas no exterior por meio de e-mails, mensagens de texto, relatórios, apresentações e outros formatos que exigem um bom domínio da escrita.
Assim como acontece quando falamos, é comum cometermos alguns deslizes na hora de escrever em inglês, pela falta de costume com as regras de ortografia e gramática da língua estrangeira. Por isso, fique de olho nestas dicas da Marcela Rios, supervisora pedagógica da Wizard by Pearson.

1 – Escrever como se fala
Associar o que se escreve exatamente como se fala. Ex: warer ao invés water (água).
“É preciso entender o processo de alfabetização e de fonética do inglês. O aluno deve estar ciente de que são idiomas distintos em suas origens e construções de palavras. O português é silábico e o inglês é fonético.”

2 – Eliminar letras
Eliminar letras de acordo com a gramática em questão. Ex: studing ao invés de studying (estudando).
“As letras Y, W e Z são as que geram mais dúvidas. Não saber se é preciso acrescentar ou não letras é frequente. Para evitar, sugiro que o aluno insista em redações e em textos mais complexos, mesmo em níveis iniciantes, para que haja reforço de conteúdo.”

3 – Separar os sons
Separar a palavra em inglês por ter dois sons diferentes. Ex: after noon ao invés de afternoon (tarde).
“A fonética é um conteúdo que pode ser estudado de diferentes formas, como vídeos, livros, entre outros. Muita leitura permite a melhora nesse sentido. Indico audiobooks, que permitem o estudo da pronúncia e da escrita também.

4 – Não conjugar o verbo
“No inglês é normal errar na escrita ao tentar conjugar os verbos. O inglês não nos exige tanta alteração como temos no português, e isso nos deixa confortável ao escrever. Exemplo: she study ao invés de she studies (ela estuda).”

5 – Falsos significados
Relacionar substantivos ou adjetivos a um espaço, por exemplo. Dinner room ao invés dining room (sala de jantar), já que dinner significa jantar. Escrever textos, ler notícias e estudar livros em inglês permite a memorização e o fortalecimento de conteúdo.

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!