Histórias interrompidas

Em parceria com a Agência Arpejo, Hemocentro da Unicamp e Livraria da Vila Campinas, o fotógrafo Bernardo Coelho lançou a campanha “Histórias Interrompidas”, que ressalta a importância da doação de sangue. No Brasil, o número de doadores é metade do que a ONU considera ideal, índice que coloca em risco milhares de pessoas.
A campanha narra a vida de pacientes que necessitam da doação de sangue para sobreviver. Produzida pela Ovo Films, a ideia consiste na criação de livros, que contam a trajetória de três pacientes selecionados. O que impressiona é a maneira como a história é contada: o texto começa a falhar até desaparecer, representando a vida destas pessoas, que poderia ser interrompida pela falta de doação.  A ação foi gravada na livraria e a reação das pessoas ao folhear os livros foi filmada com câmeras escondidas, para a divulgação nas redes sociais.
Bernardo realizou as fotos da campanha, incluindo as da capa do livro. “Quando fui convidado a participar deste projeto, fiquei super animado. A experiência também me serviu como uma lição e uma oportunidade de refletir e perceber que, mesmo com 28 anos, nunca doei sangue e que também precisava ajudar. Essa campanha me mostrou uma importante realidade que parece não existir por eu estar distante dela. Não pode ser assim, precisamos doar!”, conclui o profissional.

Confira o vídeo da campanha:
 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!