House Champ




O mercado já sabe que a coluna noite da revista Absoluta sempre prezou pela qualidade e diferenciação quando o assunto é vida noturna. Porém, sabemos que nem todas as festas ou baladas são iguais. Ainda que todas as festas que procuramos participar sejam cuidadosamente selecionadas, sempre existe uma que acaba sendo melhor que outra. Ou ainda, acontece também de festas que geram grandes expectativas deixarem a desejar. E é exatamente nesse ponto, que a House Champ, realizada no último sábado, 29/5, merece nossa atenção especial.

Coordenada por Filipe Schmithz e Thiago Bertie (o Turquinho), a House Champ foi um exemplo de festa de alto padrão, que deveria ser seguido por alguns organizadores de festas da região de Campinas. Com um exemplo de organização e sucesso total de público e crítica, a House Champ, até o presente momento, é a melhor festa do ano do 2010, onde estivemos presentes, desde que a coluna Noite foi ao ar no dia 10/1/2010.

Atendimento de qualidade

A House Champ foi realizada mais uma vez às margens da represa de Americana (na chácara Santa Lúcia). A festa que contou com o sistema de Open Bar, foi “regada” com muita música eletrônica de qualidade, gente bonita e bebida REALMENTE à vontade! Nada menos que 4 (quatro) posições de bares  serviram vodka, suco de uva, refrigerante e espumante Mitto aos quase 1.200 convidados que estiveram na festa. Mas não parou por ai. Dois freezers lotados de cerveja Stella Artois estrategicamente posicionados nos extremos da pista de dança, estavam completamente acessíveis ao público que podia se servir a vontade de cerveja bem gelada. Mas para quem queria ainda mais, a festa também oferecia um serviço de bar, com algumas outras bebidas diferenciadas sendo: combos de whisky com energético (Red Bull) ou champagnes importadas (produtos pagos à parte). Toda essa logística foi garantida pela empresa de “bartender” BPM, de Americana, contratada para o evento. Com uma equipe muito profissional, atendimento de qualidade foi o que não faltou.

Espumantes Mitto

Outro produto de destaque na festa foram os espumantes da Mitto. Pra quem ainda não sabe, a Mitto atua no varejo com a linha de Espumantes, Frisantes, Vinhos e Sucos. Com o cultivo de uvas finas tipo Premium, a marca tem como publico alvo, clientes das classes A e B, na faixa etária de 25 há 35 anos. Tais clientes, em sua maioria, estão descobrindo o mundo dos vinhos e tem como expectativa, um produto jovem e sofisticado. A marca também atua no segmento com espumantes, vinhos, sucos de uva e acessórios personalizados com rótulos metalizados e acabamento em alto padrão.

E para a House Champ, a Mitto reservou um espumante de grande aceitação. Trata-se do tipo Brut, produzido a partir das variedades Chardonnay e Pinnot Noir. Esse espumante tem coloração límpida, com a formação de borbulhas finas e numerosas. Sua coloração é amarelo palha, com reflexos dourados. Seu aroma é delicado lembrando o pêssego ou uma maçã madura, com um sutil toque de pão tostado. Ao paladar, prevalece o toque frutado, com equilíbrio entre açúcar e acidez, deixando um toque agradável. Com um teor alcoólico de 13%, a bebida faz muito sucesso, principalmente entre as mulheres.

Line-up

Com nova organização de palco e pista, e o som e iluminação de excelente qualidade, não faltou “impacto visual” a festa. Além dos tradicionais Moving-Heads, um palco (onde os DJs se apresentaram) com uma gigantesca tela feita a base de leds, deu um toque realmente sofisticado ao evento. E claro, o Line-Up da festa foi mais um reforço para o grande sucesso do evento. Tocaram os DJs Shac, 2Fuel, Mora, Magui, André Pulse, Fábio Castro e Rodrigo Pallazo.

Entre eles, o destaque para o DJ Shac que abriu a festa com uma linha Lounge bastante sofisticada. Outro DJ que merece atenção foi o Magui, que mais uma vez trouxe uma sequência de músicas realmente dançantes, focando um House gostoso e com bastante vocal. Ainda nos DJs, a dupla 2Fuel acabou chamando um pouco mais a atenção com sua apresentação performática juntando guitarra e percussão ao vivo. Uma das surpresas da festa foi o DJ Rodrigo Pallazo (do projeto Fore Hand) que entrou na programação de última hora, e surpreendeu com um set que variou do Underground ao Mainstream. Os demais DJs também fizeram uma boa apresentação, seguindo suas linhas tradicionais.

Estrutura

E quem acha que parou, por ai, a House Champ, ainda tinha muito mais a oferecer! Um pequeno bar no extremo da piscina vendia balas, doces, chicletes e chocolates para quem buscava um sabor um pouco mais doce. E até mesmo quem queria comer alguma coisa, acabou se surpreendendo. Um pequeno restaurante, com diversas mesas foi montado na parte de baixo da chácara, sob a estrutura de uma tenda.

O cuidado com a festa era tamanho, que até uma ambulância ficou a noite toda de prontidão. Afinal, numa festa Open Bar, sempre tem alguns que passam um pouco da medida. O importante é que não faltou nada para quem queria se divertir do começo da tarde de sábado, até a madrugada de domingo.

Camarotes

Entre os destaques da festa, estavam os camarotes na lateral da pista. Além de organizados, eles ofereciam ampla vista da pista de dança, além de um bom serviço de garçom e confortáveis puffs. E pra dar uma “forcinha” extra, o conhecido Big Jones deu uma assessoria ao pessoal da festa, recebendo os clientes dos camarotes e coordenando o horário do line-up dos DJs.

Exemplo de festa TOP

Assim, a House Champ se consagrou, até o presente momento como a melhor festa SUNSET de Campinas e região, no ano de 2010. Muito diferente de exemplos recentes que “prometeram e não entregaram”, a House Champ conseguiu surpreender até mesmo os mais exigentes. Até o clima ajudou bastante, com uma tarde ensolarada e uma noite não tão fria. Agora, que venha a Black Bean, dos mesmos organizadores da House Champ. Desejamos a eles o mesmo sucesso da House Champ, e estaremos lá para conferir mais essa festa também!

 

 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta