II Festival Paulínia de Cinema

Please select a featured image for your post

Com o prêmio de R$ 60 mil, Olhos Azuis, de José Joffily, recebeu o troféu Menina de Ouro como o melhor longa de ficção do II Festival Paulínia de Cinema. O documentário, Só Dez Por Cento é Mentira, de Pedro Cezar, também foi premiado, levando R$ 45 mil. O curta Timing, de Amir Admoni, e Spectaculum, de Juliano Luccas, emplacaram os melhores nas categorias nacional e regional, respectivamente.

O júri escolheu Ana Luiza Azevedo, de Antes que o mundo acabe, como a melhor direção de ficção, que recebeu a quantia de R$ 30 mil. A mesma quantia foi entregue a dupla Roberto Berliner e Pedro Bronz pela direção de documentário Herbert de Perto. Critina Lago, de Olhos Azuis, Silvia Lourenço e Maria Clara Spinelli, de Quanto Dura o Amor?, foram reveladas como as melhores atrizes junto com os atores Marco Ribeiro, Paulo Mendes e Cleiton Santos, de O Contador de Histórias.

Confira a lista completa dos premiados no II Festival Paulínia de Cinema:

Longa-metragen – Ficção:
Melhor Filme ficção: R$ 60 mil: Olhos Azuis, José Joffily.
Melhor Direção de Ficção: R$ 30 mil: Ana Luiza Azevedo, de Antes que o Mundo Acabe.
Prêmio Especial do Júri: R$ 30 mil: O Contador de Histórias, de Luiz Villaça.
Melhor Roteiro: R$15 mil: Paulo Halm e Melanie Dimantas, de Olhos Azuis.
Melhor Ator: R$ 25 mil: Marco Ribeiro, Paulo Mendes e Cleiton Santos, de O Contador de Histórias.
Melhor Atriz: R$ 25 mil: Cristina Lago, de Olhos Azuis / Silvia Lourenço e Maria Clara Spinelli, de Quanto Dura o Amor?
Melhor Ator Coadjuvante: R$ 15 mil: Irandhir Santos, de Olhos Azuis.
Melhor Atriz Coadjuvante: R$ 15 mil: Nívea Magno, de No Meu Lugar.
Melhor Figurino: R$ 15 mil: Rosangela Cortinhas, de Antes que o Mundo Acabe.
Melhor Trilha Sonora: R$ 15 mil: Leo Henkin, de Antes que o Mundo Acabe.
Melhor Direção de Arte: R$ 15 mil: Fiapo Barth, de Antes que o Mundo Acabe.
Melhor Som: R$ 15 mil: François Wolf, de Olhos Azuis.
Melhor Montagem: R$ 15 mil: Pedro Bronz, de Olhos Azuis.
Melhor Fotografia: R$ 15 mil: Jacob Solitrenick, de Antes que o Mundo Acabe.

Longa-metragen – Documentário:
Melhor Documentário: R$ 45 mil: Só Dez Por Cento é Mentira, de Pedro Cezar
Melhor Direção de Documentário: R$ 30 mil: Roberto Berliner e Pedro Bronz, por Herbet de Perto.

Curta-metragem – Regional:
Melhor Filme: R$ 20 mil: Spectaculum, de Juliano Luccas
Melhor Direção: R$ 15 mil: Caue Fernandes Nunes, de Quem será katlyn
Melhor Roteiro: R$ 8 mil: Pedro Struchi, de Prós e Contras
Melhor Ator: R$ 8 mil: Alexandre Caetano, de Prós e Contras
Melhor Atriz: R$ 8 mil: Roseli Silva, de Morte Corporation
Melhor Montagem: R$ 8 mil: Caue Fernandes Nunes, de Quem será Katlyn
Melhor Fotografia: R$ 8 mil: Marcelo Mazzariol, de Spetaculum

Curta-metragem – Nacional:
Melhor Filme: R$ 20 mil: Timing, de Amir Admoni
Melhor Direção: R$ 15 mil: Érico Rassi, de Milímetros
Melhor Roteiro: R$ 8 mil: Erico Rassi de Milímetros
Melhor Ator: R$ 8 mil: Fábio Di Martino, de Milímetros
Melhor Atriz: R$ 8 mil: Débora Falabella, de Doce Amargo
Melhor Montagem: R$ 8 mil: Amir Admoni, de Timing
Melhor Fotografia: R$ 8 mil: André Modugno, de Relicário

Prêmio da Crítica:
Melhor Filme de Ficção: Antes que o Mundo Acabe, de Ana Luiza Azevedo
Melhor Filme de Documentário: Moscou, de Eduardo Coutinho.

Júri Popular:
Melhor Filme de Ficção: R$ 30 mil: O Contador de Histórias, de Luiz Villaça.
Melhor Filme de Documentário: R$ 20 mil: Caro Francis, de Nelson Hoineff.
Melhor Curta-metragem Nacional: R$ 10 mil: Nesta Data Querida, de Julia Rezende.
Melhor Curta-metragem Regional: R$ 10 mil: Quem será katlyn, de Caue Fernandes Nunes.

Júri de Longas
Zuenir Ventura – jornalista e escritor
Adhemar Oliveira – exibidor (sócio diretor dos circuitos Espaço e Arteplex)
Elena Soarez – roteirista
João Jardim – diretor
Maria Ângela de Jesus – diretora de produção da HBO

Júri de Curtas
Ana Carolina Lima – atriz
Hubert Alquéres – diretor presidente da Imprensa Oficial
César Cabralk – Cineasta
Helvécio Marins – produtor e selecionador dos Festivais de Rotterdan e Locarno
Wilson Cunha – jornalista
Maria Clara Fernandes – diretora de finalização

 

 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta