Investindo no mercado americano

Apesar da crise econômica, os brasileiros continuam com disposição para investir e morar nos Estados Unidos. É o que aponta uma pesquisa recente organizada pela National Association of Realtos, na qual foi constatado que, entre o período de abril de 2015 e março de 2016, o Brasil representou 3% das vendas internacionais de imóveis. Dessa forma, foram em torno de 6.446 propriedades imobiliárias vendidas para brasileiros residentes e não residentes (na maioria com status de turista) nos EUA.
Neste contexto, ocorre em São Paulo nos dias 7 e 8 de abril a 19ª edição do Investir USA Expo, considerado o maior evento da América Latina de investimentos imobiliários nos Estados Unidos. Além de oportunidades nas já tradicionais cidades de Orlando e Miami, este ano o estado do Texas aparece como um dos destaques.
Entre os brasileiros, as chamadas Vacation Homes estão entre os imóveis mais procurados. Isso acontece porque estas casas de férias, localizadas em condomínios fechados, com completo club house, segurança 24 horas e alguns até com campos de golf, garantem a valorização, já que é possível alugá-las quando não estiver usando para benefício próprio. “Somente Orlando possui esse formato de imóvel. Em Miami e outras cidades isso não é possível, já que os contratos de locação são de, no mínimo, seis meses”, conta Daniel Rosenthal, idealizador e organizador do Investir USA Expo.
O evento concentra diversas oportunidades imobiliárias de investimentos e uma programação sobre todos os temas que envolvem as questões relacionadas aos investimentos, tais como soluções tributárias, jurídicas e, principalmente, sobre imigração.

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!