Jogos das Copa do Mundo

Please select a featured image for your post

É Copa do Mundo e todo brasileiro adora aproveitar esta oportunidade para se divertir com os amigos, encontrar a família e, lógico, assistir a seleção. Mas, como os fusos entre África do Sul e Brasil não combinam muito, a maioria dos jogos acontece durante o expediente de trabalho.

A solução é o acordo entre funcionário e a empresa. Segundo Eduardo Maximo Patrício, advogado e sócio do escritório Gonini Paço, Maximo Patrício e Panzardi Advogados, algumas estratégias têm sido adotadas em diferentes empresas. Se por um lado pode haver um acordo de compensação de horas, por outro, poderá ser proposto, através de acordo coletivo ou convenção coletiva, a liberação para assistir aos jogos.

“Nós brasileiros temos a tradição de assistir os jogos do Brasil fora do ambiente do trabalho, normalmente com amigos, mas não há nenhuma lei que obrigue as empresas a liberarem os funcionários durante os jogos. O que ocorre, na maioria das vezes, é um entendimento com o Sindicato da classe ou, então, um acordo entre empregado e empregadores”, explica.

Ou seja, pode haver desde um entendimento entre a empresa e funcionário até a compensação do banco de horas. “É importante que haja essa comunicação na empresa para que ambas as partes, funcionários e chefe, possam ter benefícios nesse período. Pois, de acordo com a CLT, uma falta ou o abandono da função sem o devido comunicado ao empregador, é plausível de diversas punições, que podem ir de uma mera advertência verbal até desconto de salário, suspensão ou demissão por justa causa”, adverte Patrício, do GMP Advogados.

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta