Luta contra dengue

Please select a featured image for your post

Vale tudo para exterminar o mosquito transmissor da dengue em São José do Rio Preto. Depois de confirmar dois casos de dengue tipo 4, o município resolveu criar uma nova alternativa para combater a doença. Peixes ornamentais. A nova arma pode acabar com até cem larvas por dia do Aedes aegypti.

A Secretaria de Saúde está recomendando à população o uso de peixes da espécie betta e poecilia reticulada, conhecido como “peixe barrigudinho”, em locais de armazenamento de água. Mas existem algumas regras para utilização dos peixes.

Em recipientes com 50 litros de água o recomendado é criar um macho e três fêmeas do tipo “barrigudinho”. Recipientes com 4 mil litros de água o indicado é colocar um peixe macho da espécie betta. Já em locais com quantidades de água superior a 4 mil litros, o sugerido são duas fêmeas bettas.

A utilização de peixes ornamentais para combater a dengue começou em Uberlândia (MG), em 2002.  Fortaleza (CE) e algumas cidades de Cuba também utilizam os peixes no combate ao mosquito.

 

 

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta

error: Content is protected !!