Make-up

Apesar de ser deixada de lado, a limpeza dos pincéis e espojas de maquiagem é essencial. Sem ela, existe o risco destes produtos contraírem bactérias que causam acne, gripe, furúnculo, micoses, herpes labial e até candidíase, já que eles estão em contato constante com a pele. Assim, a manutenção semanal ou a cada quinze dias ajuda a evitar estes problemas e garantir uma make limpa.
Antes de tudo, é válido ressaltar que os pincéis com cerdas sintéticas, que são duras e lisas, possuem uma higienização diferente daqueles com cerdas naturais, mais macias e maleáveis. No primeiro caso, é recomendado usar um fino fio de água corrente para limpá-los, evitando que escorra pelo cabo. Depois, utiliza-se um sabonete bactericida, que é colocado sobre uma luva de borracha e esfregado no produto de forma leve. Este processo deve ser repetido até que não haja mais restos de maquiagem.
Já o segundo tipo também é lavado em um fino fio de água, tomando cuidado para que os jatos muito fortes não “descabelem” o pincel. Em seguida, vem o processo com o sabonete bactericida, mas como as cerdas são naturais, deve-se complementar a limpeza com condicionador. A medida ideal é uma colher de sobremesa para cinco produtos.
A secagem de ambos os instrumentos precisa ser natural. Eles podem ser posicionados em toalhas de forma inclinada para que a água não escorra para o cabo. Além disso, não se deve colocá-los sob o sol, pois isto resseca os pelos e a madeira.

Nenhum Comentário Ainda

Deixar uma Resposta